Marcos Rotta protocola pedido de prorrogação da CPI do BNDES por 60 dias

By -
Dep. Marcos Rotta

Dep. Marcos Rotta

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Marcos Rotta (PMDB-AM), protocolou, nesta quinta-feira (3), junto à Presidência da Câmara dos Deputados, pedido de prorrogação das atividades da CPI por 60 dias.
Na quarta-feira à noite, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou a extensão do prazo por 15 dias. Na avaliação de Rotta e de outros deputados que integram a comissão, o período é curto para a conclusão dos trabalhos.

“Reafirmo minha visão pessoal com relação à necessidade de estipular um prazo maior para que possamos finalizar de forma tranquila e serena os trabalhos desta comissão”, ressaltou.

Os deputados do PSDB Betinho Gomes (PE) e Alexandre Baldy (GO) afirmaram que irão solicitar o apoio da liderança do partido. Com a prorrogação de 15 dias, as atividades da CPI se encerram em 19 de dezembro. Caso o requerimento de Rotta seja aprovado, o prazo de extensão pode chegar a 75 dias.

Os parlamentares argumentaram que as CPIs dos Fundos de Pensão e dos Crimes Cibernéticos foram prorrogadas por 60 dias e que o requerimento de ampliação das atividades por 15 dias foi assinado, em maioria, por líderes da base governista, que não teriam interessem em aprofundar as investigações.

Pedro Barusco – Nesta quinta-feira, a CPI recebeu o ex-gerente de serviços da Petrobras e ex-diretor da Sete Brasil, Pedro Barusco Filho. Mesmo amparado por um habeas corpus emitido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Barusco respondeu a maioria das perguntas dos deputados.

Ele declarou que os recursos do BNDES foram fundamentais para a operação da Sete Brasil. No entanto, afirmou que não lidava com questões financeiras, que estavam sob responsabilidade de João Ferraz, ex-presidente da empresa.

Barusco argumentou ser responsável pela área operacional da empresa criada com o objetivo de fornecer sondas de exploração para a Petrobras. 

Roberto Brasil