Marcos Rotta discursa apelando à sanção presidencial da medida que reestrutura a carreira dos servidores da Suframa

By -
Dep. Marcos Rotta

Dep. Marcos Rotta

O deputado federal Marcos Rotta (PMDB-AM) fez um discurso de apelo, nesta terça-feira (5), na tribuna da Câmara, pela sanção presidencial da Medida Provisória 660/2012, que prevê readequar a carreira e os salários dos servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

 
O texto, que foi aprovado pela Câmara e convertido no Projeto de Lei de Conversão (PLV) 01/2005, foi admitido na íntegra pelo Senado Federal. 
 
A classe ameaça fazer uma greve geral, caso a MP não seja sancionada pela presidente Dilma Rousseff. 
 
No discurso, Rotta argumentou que este momento é de ajuste fiscal, mas a MP 660 corrige uma grande injustiça contra os trabalhadores da Suframa, que por 21 anos tiveram os salários defasados por falta de uma legislação específica. 
 
“O Congresso Nacional, composto pela Câmara e pelo Senado, já entendeu a importância dessa luta. A bancada amazonense está unida e tem trabalhado duro nessa questão. O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, tem buscado apoio, junto a outros ministros, contra um possível veto presidencial”, destacou.
 
De acordo com o deputado, a bancada do Amazonas está tentando impedir a deflagração da greve geral na Suframa e a instalação de uma crise, que deverá atingir as indústrias instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM), causando prejuízos às empresas e aos trabalhadores. 
 
“Peço, nesta Tribuna, o apoio desta Casa em torno desta luta que nós, deputados e senadores do Amazonas, estamos travando em favor do povo”, afirmou Rotta, em discurso. 

Roberto Brasil