Marcelo Serafim se reúne com os jovens no ‘Banzeiro da Mudança’

By -

20140927_110638A juventude tem papel fundamental, nesta eleição, a de decidir o futuro do país e do Estado do Amazonas.  Já no ritmo da reta final de campanha, Marcelo Serafim, presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e também candidato ao Senado, se reuniu com os jovens, neste sábado (27), no evento cultural ‘Banzeiro da Mudança’. Os coordenadores da campanha da juventude de Marina Silva (PSB), Thaynara Melo e Flávio Campos também  estiveram em Manaus,  no República Real, na Djalma Batista local do encontro.Muito aplaudido pelos jovens, Marcelo Serafim destacou que esta caminhada eleitoral não tem sido fácil. “Estamos em uma luta inglória com nossos adversários. Temos pouco material de campanha, as condições impostas para nós destoam, mas é com esse mínimo que vamos fazer a diferença no próximo 5 de outubro, vamos sair sim vencedores”, ressaltou. O candidato ao Senado pelo PSB-AM disse estar com o espírito tranquilo. “Vamos ganhar porque a sociedade amazonense tem o desejo enorme de mudança e o dever de mostrar que aqueles protestos feitos nas ruas foram reais, com um sentimento pelo novo”, disse.

 

20140927_110734

Emocionado Marcelo Serafim também fez uma retrospectiva de sua candidatura. “Em Março deste ano, quando Eduardo Campos pediu para me candidatar ao Senado, não tive dúvidas, topei o desafio. Sabia das adversidades que enfrentaria ao longo desta campanha, infelizmente, aconteceu essa tragédia (morte Eduardo) que abateu nosso partido e a nação brasileira. Ele não está mais conosco, nesta reta final, mas tenho certeza que nosso partido viverá um grande momento com a chegada de Marina Silva ao segundo turno nesta eleição presidencial”, destacou o candidato que ao final de seu bate papo com a juventude fez um apelo: se apaixonem ainda mais pela campanha de Marina, de Marcelo Ramos (PSB) para governador e a minha para o Senado.

O candidato a deputado federal pelo PSB, Carlos Portta, também participou do ‘Banzeiro da Mudança’. “As pessoas têm perguntado nas ruas, desde o início da campanha, Carlos Portta porque você é candidato? Sou porque não está tudo bem, nada funciona, sou amazonense, nasci nesta terra e tenho o direito de cidadão de  ir para Brasília fazer um excelente trabalho.  Nossa principal ideia é fazer um mandato reality show, pois ninguém sabe o que acontece ali dentro do Congresso, vamos mostrar o problema e a solução”, propôs.

20140927_111635

Pela primeira vez em Manaus, Thaynara Melo, coordenadora da campanha de Marina Silva, no seguimento da juventude, está percorrendo o país falando de cidadania participativa. A jovem falou sobre o programa da candidata a presidência da República voltada para a segurança pública. “Falar de cultura é falar de segurança pública. Nossa política é humanizada, preventiva e participativa onde o cidadão tem que fazer parte  disso.  Fico triste ao vê Dilma que sofreu na mão de torturadores na ditadura militar e que hoje está de acordo com esta politica pública agressiva que trata o jovem negro da periferia como se não fosse ninguém, alfinetou.

Thaynara disse que a  proposta  de Marina para com a juventude brasileira é com o pacto pela vida.  Criar mecanismo de diminuição dos homicídios, da violência de gênero, este é o trabalho que vem sendo feito e que Marina está preocupada com os direitos humanos. “O Estado é laico, não é você tirar o direito de crença da pessoa, mas garantir direitos civis iguais.  Nosso programa está muito bem colocado, pois somos o único partido político que escreveu um programa de governo com a participação de pessoas de todas as regiões do país e se há alguma novidade no programa é porque chegam novas demandadas da sociedade”, esclareceu.

Flávio Campos que também coordena a campanha da juventude da candidata a presidência da República pediu aos jovens manauaras para serem protagonistas da transformação e falou sobre as doações. “Estamos recebendo doações individuais, pois não estamos recebendo apoio dos grandes conglomerados econômicos como Dilma está recebendo. É uma máquina grande que está sendo jogada contra nós e precisamos fazer a nossa parte”, disse. O Bazeiro da Mudança reuniu mais de 100 jovens.

Mario Dantas