Marcelo Ramos vai construir Parques da Juventude com centros culturais

By -

mr-parque-juventude1

O governo de Marcelo Ramos e Josué Neto vai construir cinco Parques da Juventude em Manaus, onde serão implantados centros culturais com a difusão de artes como dança, música, artes plásticas, etc.

 

Nesta terça-feira (11), o candidato a prefeito pela coligação “Mudança para Transformar” esteve reunido com mais de 60 jovens no antigo Balneário do Parque Dez, localizado na Rua Maceió, local onde funcionou a Fundação Vila Lobos e a Sedema, na Zona Centro Sul.

 

Cercado pelos jovens, Marcelo disse que, se eleito, irá transformar o local em um Parque da Juventude, um espaço no qual serão oferecidos cursos de formação profissional e desenvolver atividades culturais e esportivas.

 

“Esse é um lugar simbólico para Manaus, o antigo Balneário do Parque Dez. Poucas cidades têm uma área tão bonita e tão grande, disponível para o projeto da Prefeitura que, infelizmente, até a agora a atual administração não conseguiu enxergar a necessidade de recuperar esta área”, disse Marcelo Ramos.

 mr-parque-juventude2

Marcelo explicou que está decidido a mostrar a cidade real, aquela que o atual prefeito não mostra na campanha eleitoral. “Nós estamos decididos a fazer aqui o Parque da Juventude, para que essa área abandonada hoje pela Prefeitura, possa servir, num futuro próximo, como uma área de entretenimento, de cultura, esporte e formação profissional para a nossa juventude”, reforçou Marcelo Ramos.

 

Mais projetos para a Juventude

 

Em seu plano de governo, Marcelo Ramos prevê outros programas para a juventude, como, por exemplo, o “Jovem Empreendedor” e o “Meu Primeiro Emprego”.

“O Jovem Empreendedor é um projeto para os jovens que desejam desenvolver a sua atividade criativa e empresarial. Eles irão receber o estímulo da Prefeitura. Ao mesmo tempo, vamos garantir que os jovens tenham o programa Meu Primeiro Emprego, dentro da própria Prefeitura para que, enquanto ele estiver estudando, ganhe a experiência necessária e, quando se formar, ter acesso ao mercado de trabalho”, explicou Marcelo Ramos.

Mario Dantas