Marcelo Ramos diz que vai resgatar Programas Sociais extintos por Arthur

By -

MARCELO RAMOS

O candidato a prefeito de Manaus, Marcelo Ramos, da coligação “Mudança para Transformar” garantiu nesta quarta-feira (7), em entrevista a uma rádio local, que resgatará projetos sociais que deram certo em gestões passadas e foram extintos ou reduzidos pelo prefeito Artur Neto. O candidato citou especificamente os programas “Leite do Meu Filho” que prefeito reduziu em pelo menos 70 mil o número de crianças beneficiadas, além do “Carreta da Mulher”, que contava com 12 veículos e foi extinto pela atual administração.

 Outro programa que será reestruturado, segundo Marcelo, é o “Médico da Família”, implantando na prefeitura de Alfredo Nascimento e que hoje atende apenas 33% dos manauaras com a estratégia de saúde preventiva. A meta do plano de governo do candidato é atingir 70% da população – percentual recomendado pelo Ministério da Saúde (MS). “Vamos resgatar a filosofia do programa, contratando novas equipes com médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e agentes de saúde para atender na casa do cidadão, prevenindo e controlando doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, evitando a super lotação nos leitos das unidades de média e alta complexidade.

 Sobre o “Leite do Meu Filho”, implantado na gestão de Amazonino Mendes, Marcelo reconheceu a importância do programa que Artur reduziu  de 100 mil para apenas 30 mil o número de beneficiados. “Vamos voltar a atender 100 mil crianças em todas as Zonas da cidade”, garantiu.

 As “Carretas da Mulher”, que atendiam nas zonas periféricas da cidade e foram retiradas de circulação pelo atual prefeito, voltarão a atender a partir do próximo ano. “É desumano extinguir um programa que facilitava o acesso às mulheres aos exames preventivos. Não foi por falta de dinheiro que ele acabou o programa. O atual prefeito arrecadou mais de R$ 4 bilhões a mais que o prefeito anterior, que criou esse programa. Faltou sim, respeito às mulheres da nossa cidade e amor ao próximo”, disse Marcelo Ramos.

Mario Dantas