Marcelo Ramos divulga carta de Marina Silva ao povo amazonense sobre BR-319

By -

marina-e-marceloEm entrevista coletiva, realizada nesta sexta-feira, o candidato ao Governo do Estado, Marcelo Ramos (PSB), juntamente com a coordenação da campanha de Marina Silva, em Manaus, divulgou a “Carta ao povo amazonense”, onde a candidata reintera ser a favor do projeto da BR-319. De acordo com Ramos, Marina nunca disse ser contra a rodovia, e afirmou que  deturparam os pronunciamentos dela a respeito do tema. “A Marina disse que “até este momento”, a rodovia não provou sua viabilidade social, econômica e ambiental. Essa fatura não é da Marina, que saiu há sete anos do Ministério, e mesmo assim outros gestores estaduais e federais tiveram oportunidade de fazer e não fizeram”, salientou, completando que se alguém defende a obra a qualquer custo tem que se manifestar.Na opinião do candidato – que enfatizou ser totalmente a favor da BR, desde que seja provada sua viabilidade social e ambiental – a rodovia é importante para integração nacional, para processos produtivos de produtos de algumas indústrias do polo industrial e  como um vetor para o turismo.

Na carta, Marina falou sobre ataques que está sofrendo nas redes sócias, que veiculam mentiras sobre seu posicionamento. A candidata salientou que os estudos devem provar que essa é a melhor alternativa e apresentar medidas concretas, que serão adotadas para evitar os prejuízos sociais e ambientais associados ao desmatamento e a ocupação desordenada, no entorno da rodovia.

Marina promete ainda retomar o Plano Amazônia Sustentável, que desenvolveu enquanto estava no Ministério, que continha cinco eixos estratégicos: programas de desenvolvimento sustentável, gestão ambiental e ordenamento territorial, inclusão social, infraestrutura e um novo padrão de financiamento para região.

A candidata finalizou dizendo que defende que o desenvolvimento não pode ser realizado a qualquer custo. Com ganhos exacerbados para poucos e perversos para maioria, a partir da destruição de recursos naturais.

Mario Dantas