Marcelo Ramos comenta sobre situação sistema carcerário do Amazonas

By -
Dep. Marcelo Ramos

Dep. Marcelo Ramos

A falência do sistema carcerário do Amazonas, foi  criticada  pelo candidato ao Governo do Estado, Marcelo Ramos (PSB), nesta terça-feira, ao citar a rebelião, que aconteceu na segunda-feira, na Unidade Prisional de Parintins (a 369 km de Manaus), que deixou dois mortos. Na opinião de Ramos, a forma como os presos são tratados dentro dos presídios culmina em rebeliões. Segundo ele, um preso não pode e não deve ter regalias, entretanto precisa ser tratado dentro de regras e garantias de direitos humanos para que não aconteçam tragédias como a que aconteceu no presídio de Parintins. “O Estado prende um cidadão, durante anos e o devolve à sociedade pior do que recebeu. Esse tipo de tragédia, que já aconteceu nos presídios de Manaus,  precisa ser evitada com projetos concretos”, avaliou.

A entrega pelo Comandante de Brigada Especial (CPE), coronel Fabiano Bó, e pelo comandante do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, coronel Scocio, de seus respectivos cargos, também foi lamentada  por Marcelo Ramos. “É lamentável o que está ocorrendo na nossa Policai Militar. Homens honrados da PM são obrigados a entregar seus cargos por não compactuarem com condutas que não condizem com o objetivo da instituição. Deixo aqui o desagravo a esses profissionais”, frisou.

Mario Dantas