Manifestação de milhares de brasileiros é reforço para impeachment, afirma Pauderney Avelino

By -
“A voz das ruas precisa ecoar no Senado e na Câmara", frisa Pauderney

“A voz das ruas precisa ecoar no Senado e na Câmara”, frisa Pauderney

Na semana em que o Supremo Tribunal Federal (STF) deve concluir a análise do rito do impeachment, a manifestação de milhares de brasileiros em pelo menos 110 cidades de todo o país neste domingo é um reforço de peso ao processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff/PT. A avaliação é do líder do Democratas na Câmara, deputado Pauderney Avelino (AM).

“Neste dia 13, os brasileiros e suas famílias saíram às ruas para dizer que não querem mais a Dilma Rousseff!  Agora, o Congresso Nacional precisa fazer sua parte”, afirmou o líder. “A voz das ruas precisa ecoar no Senado e na Câmara, onde a comissão do impeachment precisa ser instalada imediatamente”, completou.

Ao lado de outras lideranças do Democratas – como o presidente do partido, senador José Agripino (RN), o líder do partido no Senado, senador Ronaldo Caiado (GO), e o coordenador do comitê pró-impeachment, deputado Mendonça Filho (PE) – Pauderney Avelino participou das manifestações em São Paulo.

Estimativas indicam que pelo menos 2,4 milhões de pessoas saíram às ruas em todo o país neste domingo. A avenida Paulista, palco da manifestação em São Paulo, foi tomada por brasileiros que, acompanhados de suas famílias, fizeram uma manifestação pacífica. Gritaram as palavras de ordem “Fora PT, Fora Dilma”, mas também manifestaram apoio ao juiz Sérgio Moro, que conduz as investigações da Operação Lava-Jato, que completa dois anos nesta semana. “As ruas deram hoje o importante recado de que não querem mais a presidente Dilma Rousseff. Fora Dilma”.

Roberto Brasil