Manicoré recebe crédito para recuperação do setor primário de R$ 1,4 milhões

By -
Manicoré/AM

Manicoré/AM

O Governo do Amazonas, por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), em continuidade ao processo de concessão e liberação de crédito aos produtores rurais, que tiveram suas plantações dizimadas em decorrência dos efeitos da cheia deste ano, liberou nesta sexta-feira, 19 de setembro, R$ 1,4 milhões para o município de Manicoré (distante a 332 quilômetros em linha reta de Manaus), um dos mais afetados pela cheia dos rios.De acordo com a Afeam, foram contratadas 584 operações de crédito, que atenderam demandas urgentes direcionadas aos setores da agricultura e da agropecuária. Os demais municípios, que compõem a calha do Madeira (Novo Aripuanã, Nova Olinda, Borba, Humaitá e Matupi) receberão os recursos sequencialmente.

Além dos municípios citados, também terão direito ao crédito aqueles situados na calha do Rio Purus, com cerca de mil cadastros já aprovados. Nessa região, a estimativa é de disponibilizar recursos na ordem de R$ 3 milhões para financiamentos. Segundo o presidente da Afeam, Evandor Geber Filho, a previsão é que sete mil famílias sejam beneficiadas pelo programa até o final deste ano.

Realização das operações – A Agência de Fomento do Estado do Amazonas, cumprindo seu papel de instituição financeira de desenvolvimento, já contratou cerca de R$ 6 milhões, distribuídos em 1.514 mil operações. Os financiamentos foram destinados à recuperação do setor primário.

Até o final deste ano, a expectativa é aplicar aproximadamente R$ 15 milhões aos pequenos agricultores em situação de emergência ou estado de calamidade pública, reconhecidos pelo Poder Executivo Estadual ou Federal.

Mario Dantas