Manaus vive um dia de caos

By -

LINHA-BRS-FAIXA-AZULDa Redação – A população de Manaus viveu uma terça-feira (24) de muito caos. Quem precisou ir ao médico, trabalhar, estudar ou fazer qualquer outra coisa teve que enfrentar engarrafamentos quilométricos nas avenidas Constantino Nery e Djalma Batista, as principais artérias da cidade.

O transporte público que já andava caótico conseguiu piorar. Ônibus lotados e passageiros estressados por conta da obrigatóriedade dos veículos BRS terem que manter-se na faixa azul e os demais da frota na faixa da direita, sob pena de serem multados em até R$ 4.189,00.

A redação do BLOGdaFLORESTA recebeu várias ligações e mensagens de textos reclamando da situação. A comerciária Marílice Vargas, 27, moradora da Cidade Nova I, protestou dizendo que viajar de ônibus em Manaus transformou-se numa aventura, pois entrar nos coletivos nem sempre é certeza que se vai chegar no horário previsto nos compromissos. “Já cheguei atrasada no serviço várias vezes. O trânsito engarrafado é agora na Djalma e Constantino e os ônibus abarrotados de gente tiram do sério qualquer um. Não acredito que essa faixa azul resolva nada. Manaus precisa é de outras vias alternativas”, conclui.

A professora Leonora Malta, 42, moradora do Bairro da Paz, precisou se deslocar hoje ao Centro para ir ao banco receber, mas se assustou com o movimento de pessoas próximo ao Terminal 1 da Constantino Nery exigindo moradia. “Fui de carona com meu filho e quando vi aquele aglomerado de gente fiquei nervosa. Já não bastasse os congestionamentos diários que agora não tem mais hora certa, a população ainda tem que enfrentar esses protestos que também param tudo. Onde estão as autoridades que não veêm isso?”, indagou.

Esses são pequenos relatos que demonstram bem como tem sido a vida do manauara nos últimos meses. A cidade cresce rapidamente e a população sente na pele exigindo que as mudanças precisam chegar na mesma velocidade. Fica aqui o registro e a solução a quem de direito. (Roberto Brasil)

Roberto Brasil