Manaus mantém ‘Dia D’ de vacinação contra gripe para 30 de abril

By -

CAMPANHA-VACINACAO-MANAUSA capital amazonense manterá o calendário de imunização que tem como ‘Dia D’ da Campanha Vacinação contra a Influenza (trivalentes que protegem contra os vírus H1N1, H3N2 e o tipo B) no dia 30 de abril e a continuação da campanha nos postos até o dia 20 de maio. O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, anunciou, que o planejamento deste ano será mantido já que o município, ao contrário de vários outros do País, não manifestou epidemia do vírus.

“Não há motivo para alarde em Manaus. Nos três últimos anos, tivemos sucesso nas campanhas de vacinação contra a Influenza, sendo a primeira capital do País a cumprir a meta. Isso nos dá uma tranquilidade adicional em relação à manifestação da doença em nossa cidade, porque nossos índices de cobertura vacinal são muito bons ao longo dos últimos três anos e a imunização faz a diferença na contenção da doença”, tranquilizou o secretário de Saúde.

Homero citou o Estado de São Paulo, onde há grande número de registros de H1N1, conhecida como gripe suína, com 70 óbitos registrados. “Em São Paulo, a cobertura vacinal chegou a aproximadamente 60% e nós alcançamos 94,66% do público a que a vacinação se destina em 2015, e em 2014 ultrapassamos a meta   alcançando 101,52%, quando o percentual mínimo estabelecido pelo Ministério da Saúde é de 80%. Isso faz toda a diferença, porque a população atendeu ao nosso chamado e foi aos postos tomar a vacina. Esperamos que neste ano os grupos prioritários se protejam com a vacina contra a gripe”, ressaltou.

A Semsa, conforme informou Homero, faz o acompanhamento da situação epidemiológica da Influenza durante o ano todo por meio das unidades sentinelas, com profissionais treinados e estoque de medicamentos e, ainda, com a vacinação que será feita agora, no ‘Dia D’, marcado para o próximo dia 30 de abril, e se estendendo até o dia 20 de maio. “É importante destacar que essa vacina disponibilizada pelo SUS é apenas para grupos prioritários, com faixas etárias e características específicas que precisam ser respeitadas, pois os riscos para eles são maiores”, ressaltou o Homero.

O público da campanha é formado por crianças de 6 meses até 4 anos 11 meses e 29 dias; idosos; gestantes; indígenas; pessoas com comorbidades; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; e pessoas privadas de liberdade. Pessoas fora dessa característica devem procurar a imunização na rede privada.

O período de realização da campanha em Manaus foi determinado pela equipe do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Dvae) da Semsa, após análise epidemiológica de notificações da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que tem como uma das formas de manifestação o Vírus H1N1. Em Manaus, há um óbito confirmado de H1N1, por infecção importada, e a pessoa adquiriu a doença no Rio de Janeiro. Há um outro óbito notificado, que está em investigação.

Além disso, a Semsa abrirá agendamento para pessoas acamadas a partir do dia 25 de abril por meio do 0800 280 8 280. A vacinação dessas pessoas será realizada a partir do dia 2 de maio.

Roberto Brasil