Manaus está pronta para receber as Olimpíadas, diz Artur Neto

By -
"Fomos à cidade com melhor desempenho na Copa e vamos repetir a dose", afirmou Artur Neto

“Fomos à cidade com melhor desempenho na Copa e vamos repetir a dose”, afirmou Artur Neto

Com público 27.282 pessoas na Arena da Amazônia, na zona Centro-Oeste da capital, Manaus recebeu, na noite desta segunda-feira, 12, o segundo amistoso da Seleção Olímpica do Brasil, quando derrotou a equipe do Haiti por um placar de 5 x 1.

Esse foi o primeiro evento teste para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, pelos quais a cidade receberá seis partidas de futebol, masculino e feminino.

Para o prefeito Artur Virgílio Neto, Manaus está pronta para mais uma vez receber turistas de todo o mundo e ser exemplo de subsede. “Fomos à cidade com melhor desempenho na Copa e vamos repetir a dose”, afirmou. “Nosso potencial é de cidade internacional e estamos nos consagrando como Cidade Olímpica. Isso significa mais turismo, mais emprego e mais renda”, completou.

artur-neto-arena-2O prefeito disse ainda que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se mostrou muito animada com a capacidade de Manaus em receber grandes eventos. “As nossas expectativas são as melhores, inclusive com perspectiva de mais jogos sendo realizados aqui. Vamos, de novo, mostrar como se faz uma festa bonita para gringo nenhum botar defeito”, concluiu Arthur Neto.

Assim como na Copa do Mundo de 2014, um forte esquema operacional e de segurança foi montado, envolvendo órgãos do Governo do Estado e da Prefeitura de Manaus. Toda a estrutura envolveu 1.406 profissionais trabalhando, entre voluntários, servidores públicos e da iniciativa privada.

“Tudo que fizemos na Copa já serviu de experiência e estamos dando continuidade, assim como o prefeito, que também tem avançado nas obras de melhorias viárias. O fato é que estamos prontos e que venham os jogos”, reforçou o governador do Amazonas, José Melo.

artur-neto-arena-3Ainda segundo Melo, o Estado está com negociações avançadas para trazer para Arena da Amazônia um jogo da seleção principal do Brasil pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2018. “Acredito que conseguiremos trazer pelo menos um jogo, que seria entre Brasil e Uruguai. A CBF tem se interessado porque num momento de crise econômica, como o que país está passando, estamos conseguindo trazer um público muito bom para prestigiar às partidas”, revelou.

Além disso, o governador divulgou ainda que está disposto a rever os valores que se cobram para assistir aos jogos do Brasil na Arena, tudo para conseguir atrair mais público ao local. “Queremos utilizar o máximo da Arena para que ela cumpra com o papel para o qual foi criada. Por isso, estamos negociando para trazer também para cá algum grande clube do Campeonato Brasileiro, que escolha a nossa Arena como mandante de jogo”, finalizou.

Roberto Brasil