Manaus é beneficiada com mais uma Lei de autoria do vereador Professor Bibiano

By -
Ver. Professor Bibiano

Ver. Professor Bibiano

Foi criada a Lei 2.114/16 que institui o Dia Municipal de Prevenção e Combate ao Fumo – a ser comemorado no dia 29 de Agosto – de autoria do vereador Professor Bibiano, e agora está vigente em toda a cidade de Manaus. O Projeto de Lei 299/15 foi sancionado pelo Poder Executivo no dia 27 de Abril deste ano.

O objetivo desta data é incluir no Calendário Municipal um dia para promover a prevenção e a cessação do tabagismo na população, informando crianças, adolescentes, jovens e adultos sobre a consequência do hábito de fumar e assim reduzir a incidência da mortalidade por câncer e doenças relacionadas ao tabaco em Manaus.

Criado em 1986 pela Lei Federal nº. 7.488, o Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado em 29 de agosto, tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população brasileira para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco.

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. No Brasil, o câncer de pulmão é o tipo de tumor mais letal e também uma das principais causas de morte no país, comparados com os não fumantes, os tabagistas têm cerca de 20 a 30 vezes mais risco de desenvolver câncer de pulmão. As estatísticas revelam que os fumantes comparados aos não fumantes apresentam um risco 10 vezes maior de adoecer de câncer de pulmão; 5 vezes maior de sofrer infarto; 5 vezes maior de sofrer de bronquite crônica e enfisema pulmonar e 2 vezes maior de sofrer derrame cerebral.
Em Manaus, a situação é alarmante, as crianças começam a fumar entre 7 e 8 anos de idade, onde a média de consumo dos fumantes é de duas carteiras por dia, segundo o  Núcleo de Promoção a Hábitos de Vida Saudável da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Conforme dados da Pesquisa Nacional de Saúde, 169 mil pessoas de 18 anos ou mais fumavam diariamente, no Amazonas. Do total de fumantes diários, 16 mil (9,4%) eram jovens de 18 a 24 anos.
“Temos certeza que esta lei proporcionará melhores condições de desenvolvimento para os futuros cidadãos, por meio da popularização do conhecimento sobre as consequências do tabagismo. Por isso continuarei lutando pela melhoria de vida de todos os cidadãos, propondo e fiscalizando serviços que beneficiem a população”, disse o autor da proposta, vereador professor Bibiano.

Mario Dantas