Manacapuru: Obra do Prosamim prejudica moradores da rua Tamandaré

By -
Prosamin de Manacapuru

Prosamim de Manacapuru

A obra do Prosamim que além de deixar 92 famílias sem suas casas há mais de 06 (seis) anos prejudica também os moradores que tem suas casas próximas ao local da obra. Quando chove naquela área, os bueiros ficam entupidos com o barro do aterro da obra fazendo com que a água suja entre nas casas dos moradores, trazendo consigo o mau cheiro que obriga muitas das vezes as pessoas saírem de suas residências.“A água já chegou a entrar aqui na minha casa várias vezes por causa desse bueiro entupido, sem contar nas obras irregulares que estão sendo construídos aqui na rua”, disse uma moradora do local.

Segundo consta no projeto da obra do Prosamim seria construído uma Estação de Tratamento de Efluentes para receber a água das chuvas e toda a água utilizada pelos moradores que depois de tratada voltaria para o canal totalmente limpa.

Porém como aterraram o local e constantemente acontece paralisação das obras, á água parada não tem para onde ir e acaba entrando nas casas dos moradores.

Os moradores pedem da Prefeitura uma solução imediata para o problema que vem enfrentando há muito tempo.

A obra começou em 2008 e foram gastos conforme consta no Portal da Transparência R$ 4.523.313,15 (Quatro milhões, quinhentos e vinte três mil e trezentos e quinze reais e quinze centavos) dos mais de 10 milhões que foram disponibilizados para a obra.

O último saque no valor de R$ 343.721,77 (trezentos e quarenta e três mil, setecentos e vinte um reais e setenta e sete centavos), para a reconstrução da obra ocorreu no dia 31/01/2014 na gestão do atual prefeito Jaziel Alencar “Tororó”.

Mario Dantas