Mais de 80 mil doses de vacina foram aplicadas em crianças e adolescentes de Manaus

By -

04-10-16-campanha-nacional-de-multivacinacao-foto-assessoria-semsa-2

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) divulgou o quarto resultado parcial da Campanha Nacional de Multivacinação em Manaus. Até o dia 3 de outubro, foram aplicadas 86.817 doses das vacinas oferecidas, das quais 75.751 em crianças menores de cinco anos e 140 em adolescentes. Outras 4.926 doses beneficiaram o grupo prioritário, que inclui gestantes, idosos, portadores de comorbidades e professores.

 

O objetivo principal da Campanha é atualizar as cadernetas de vacinação de crianças e adolescentes para melhorar as coberturas vacinais e manter controladas, eliminadas ou erradicadas doenças imunopreveníveis. Do dia 19 a 30 de setembro, a estratégia aconteceu em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), das 8h às 17h, e até às 21h nas de horário ampliado.

 

“A campanha encerrou dia 30 de setembro, mas as vacinas continuam disponíveis nas nossas unidades de saúde e os pais que têm duvida se o filho está com vacina atrasada, pode ir à unidade para atualizar o cartão vacinal e manter a criança protegida de várias doenças”, alertou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

 04-10-16-campanha-nacional-de-multivacinacao-foto-assessoria-semsa-1

Crianças menores de cinco anos podem receber as doses BCG, Pentavalente (DTP+Hib+BH), Tríplice Viral (sarampo, cachumba e rubéola), Tetra Viral (sarampo, cachumba, rubéola e varicela), DTP (difteria, tétano e coqueluche) e as que protegem contra hepatite A, hepatite B, poliomielite, rotavírus, pneumonia, meningite, febre amarela, varicela e a gripe influenza (crianças de 6 meses a menores de cinco anos).

 

Adolescentes com idade entre nove e menores de 15 anos podem receber as doses disponíveis para prevenir o tétano e difteria (DT) e, assim como as crianças, também contra a febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola e hepatite B. As meninas, entre 9 e 15 anos, podem se imunizar, ainda, contra o câncer do colo do útero e verrugas genitais pelo vírus HPV (HPV).

 

Gestantes, trabalhadores da saúde, puérperas (até 45 dias depois do parto), pessoas acima de 60 anos ou mais, portadores de comorbidades e professores podem receber a dose contra a gripe influenza.

 

UBSs que funcionam até as 21h

 

UBS Balbina Mestrinho: rua 17, 170, Núcleo II, Cidade Nova I.

UBS Sálvio Belota: rua das Samambaias, 786, Santa Etelvina.

UBS Áugias Gadelha: rua A, 15, Cidade Nova I.

UBS Amazonas Palhano: rua Antônio Matias, s/n, São José II.

UBS Alfredo Campos: rua André Araújo, s/n, Zumbi II.

UBS Leonor Brilhante: av. Autaz Mirim, s/n, Tancredo Neves.

UBS Dr. José Rayol dos Santos: av. Constantino Nery, s/n, Chapada.

UBS Morro da Liberdade: rua São Benedito, s/n, Morro da Liberdade.

UBS Leonor de Freitas: av. Brasil, s/n, Compensa II.

UBS Deodato de Miranda Leão: av. Presidente Dutra, s/n, Glória.

Mario Dantas