Mais de 50 grupos integram a programação do 59º Festival Folclórico do Amazonas

By -
O festival acontece no Centro Cultural Povos da Amazônia (CCPA)

O festival acontece no Centro Cultural Povos da Amazônia (CCPA)

Cinquenta e sete grupos irão integrar a categoria Prata e a mostra folclórica não-competitiva, coordenada pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), durante o 59º Festival Folclórico do Amazonas. As apresentações da categoria Prata iniciam no dia 17 de julho. Já a categoria Ouro, coordenada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC), começou nesta sexta-feira, 3. O festival está sendo realizado no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, com entrada gratuita. 

A programação e a ordem de apresentação dos grupos da categoria Prata foi definida na tarde desta quinta-feira, 2, em sorteio realizado no Les Artistes Café Teatro, no Centro Histórico da cidade, com a presença dos representantes das agremiações. A programação da categoria Prata do Festival Folclórico vai acontecer do dia 17 a 24 de julho, reunindo grupos folclóricos contemplados no Edital nº 05/2015 para participarem da mostra competitiva do evento. A relação completa pode ser conferida no link: http://manauscult.manaus.am.gov.br/wp-content/uploads/2015/07/59º-Festival-Folclórico-do-Amazonas-Programação-Categoria-Prata-e-Mostra-Folclórica.pdf.

Já a mostra folclórica tem previsão para acontecer de 25 a 27 de julho, reunindo os grupos que ficaram de fora da competição por conta do número de vagas, mas foram habilitados a participar do festival. A programação da mostra não-competitiva está sendo finalizada. “Todo o processo foi conduzido de forma transparente e participativa com todas as lideranças dos grupos folclóricos. Agora só falta o ponto alto da festa, que é a apresentação das danças ao público”, declarou o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula. Ele destaca que, neste ano, a programação diária foi pensada de maneira a mostrar a diversidade cultural ao público. “Todos os dias os visitantes poderão ver danças de quadrilhas, cacetinhos, danças internacionais e nacionais. Será uma programação dinâmica e diversificada para agradar ao público”, afirmou.

Para o tesoureiro da Liga Independente dos Grupos Folclóricos de Manaus, José Arimateia Passos, as necessidades e limitações dos participantes do festival foram respeitadas. “Todo o processo foi democrático, porque os grupos foram consultados e ouvidos antes de qualquer decisão”, destacou. Segundo ele, um exemplo disso foi a mudança do horário das apresentações, que foi alterada para as 20h por solicitação dos próprios grupos.

Investimento

Conforme previsto no Edital de Convênio da Manauscult, o investimento total da Prefeitura de Manaus no Festival Folclórico é de R$ 1.056.828. Deste valor, R$ 360 mil são destinados aos grupos folclóricos classificados e R$ 696.828 aos bois-bumbás da categoria Master A: Corre-Campo, Brilhante e Garanhão. A SEC é responsável pela programação e o repasse das verbas da categoria Ouro da mostra, que começa no dia 3 e se encerra no dia 16 de julho.

Roberto Brasil