Mais de 180 professores participam do Fórum da Cor da Cultura

By -

cor-da-cultura-forum1A Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou nesta quinta-feira (25) no auditório do órgão, Luiz Geraldo Pontes Teixeira, o ‘Fórum A Cor da Cultura’. A abertura do evento contou com a presença de 180 professores, que lidam com a temática em diversos projetos realizados pela rede municipal de ensino. O fórum é tido como a terceira etapa do projeto na rede de ensino. 

A Cor da Cultura é um projeto educativo de valorização da cultura afro-brasileira, fruto de uma parceria entre o Canal Futura, a Petrobrás, o Centro de Informação e Documentação do Artista Negro (Cidan), a TV Globo e a Secretaria Especial de Políticas de Promoção de Igualdade Racial (Seppir).

A segunda parte do projeto A Cor da Cultura, contará com os educadores que vão apresentar os trabalhos desenvolvidos nas escolas municipais nos dois primeiros momentos em 2010 e 2011, de acordo com material disponibilizado pela coordenação do projeto, dentro da temática da cultura afro-brasileira.   

cor-da-cultura-forum2Segundo a coordenadora da Adversidade na Semed, Lídia Helena, o fórum tem como meta a valorização da cultura afro-brasileira e a Semed o cumprimento da responsabilidade jurídica na implementação da Lei 10.639/2003, que trouxe a obrigatoriedade do ensino histórico cultural africano e afro-brasileiro.

“A nossa rede é precursora, desde 2003, de projetos voltados à temática, dentro de nossas escolas, onde nós temos uma estrutura ímpar, que nenhum outro Estado tem. A Semed luta pela prevenção, combate ao preconceito, à discriminação e ao racismo. Nós temos como diretriz uma educação de qualidade, que visa o respeito às diferenças, ao outro, independentemente de qualquer diferença que exista entre as pessoas. As nossas escolas têm recebido formação para isso ao longo do ano”, comentou.

A coordenadora do projeto disse, ainda, que a parceria com a Semed tem tido bons projetos com os alunos, que são na verdade os multiplicadores da temática na família, com amigos e na comunidade em geral.

cor-da-cultura-forum3Com a participação de 750 alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, a Escola Municipal Lírio do Vale, desenvolve o projeto “Africanidade: valorização e resgate da cultura afro-brasileira”, desde 2010. Segundo a diretora, Maria de Lourdes Paes Lima, a escola participa do projeto, desde o início e já recebeu os dois kits pedagógicos iniciais do programa.

“O material do projeto é muito bom, com jogos, pesquisas e informação. Na escola é executado com todas as disciplinas, que abrange a grande contribuição da cultura africana na música, na dança, na culinária, na indumentária, pois isso é importante para que os alunos tenham conhecimento da cultura negra”, avaliou.

A programação desta quinta-feira contou com mesa temática, apresentação cultural de escolas municipais, comunicação de experiências relevantes. No período da tarde, a Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) realizou oficinas temáticas “Contribuindo para a práxis do educador na sala de aula”, salas temáticas “Máscaras africanas”, “Abayomis”, “Yalodê”, Luendesu”, Símbolos adinkras” e “Lendas africanas”.

Nesta sexta-feira, 26, acontecerá uma pesquisa-ação, com visita da equipe A Cor da Cultura nas Escolas Municipais Lírio do Vale (manhã) e Ulisses Guimarães (tarde) para acompanhamento dos trabalhos desenvolvidos com a temática afro-brasileira.

Roberto Brasil