Luiz Castro diz que Rede cumpriu seu papel

By -

Luiz Castro mostrou confiança e afirmou que candidatura serviu para garantir espaço de “resistência democrática”

O candidato à Governo do Amazonas Luiz Castro (Rede) votou por volta das 08h30 deste domingo (6) na Universidade Nilton Lins, localizada na avenida Professor Nilton Lins, bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus. Ele estava acompanhado da esposa, Ana Leonardo, e do seu vice João Victor Tayah (PSol).

Castro conta está esperançoso com os resultados das eleições e que a Rede já  fez sua parte. “As pessoas que seguiram nossos caminhos escolheram com muita consciência, então elas vão representar uma continuidade dessa semeadura e desse plantio ao longo dos próximos meses e anos. Portanto nós  temos a convicção que nosso espaço de resistência democrática foi garantido com nossa candidatura”.

Luiz Castro já atuou como professor e agricultor no município de Envira aos 18 anos, em 1982 foi prefeito, também em Envira, reeleito no ano de 1993, assumiu a  Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) de 2003 a 2004 e está no quinto mandato de deputado estadual.

Após votar na Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras, o candidato Luiz Castro (Rede) acompanhou o seu vice, João Victor Tayah (Psol), na Escola de Tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas.

Luiz Castro fez um balanço da campanha eleitoral. “Apesar das desigualdades do processo, ate da propria lei, nos conseguimos passar a nossa mensagem de resistência civica”, afirmou. “Semeamos uma grande mudança”.

O candidato a vice, participa pela segunda vez de uma eleição – a primeira foi para vereador, no ano passado. Ele diz que a intenção era fazer uma campanha propositiva, o que, segundo ele, foi atingido. “Nao fizemso grandes promessas, mas trouxemos ao povo a ideia de fazer administração de fazer diferente. Temos a oportunidade de encerrar un ciclo de corrupção”, disse

Sobre o segundo turno, os dois afirmaram que terão conversas com os partidos para tratar sobre possiveis apoios. “A única certeza que temos é que não iremos apoiar aqueles velhos atores da politica”, afirmou Castro.

Portal A Crítica

Roberto Brasil