Luiz Castro defende transparência na gestão da Educação municipal

By -
img_5082
Rever os contratos de aluguel de imóveis usados como escolas, cujos valores extrapolam o preço de mercado, é um dos compromissos assumidos pelo candidato a prefeito de Manaus, Luiz Castro (REDE/PMN), na área de educação. Das 510 escolas municipais, 173 funcionam em prédios alugados.

A melhoria do ensino, segundo Luiz Castro, passa pela organização da gestão do setor, combatendo o desperdício de dinheiro público, para sobrar recursos para a construção de novas escolas, e proporcionar as condições necessárias para que os professores possam trabalhar com dignidade, auto-estima e valorizados, profissionalmente. “O número de alunos por turma, também precisa ser reduzido”, observa o candidato.
A proposta da REDE/PMN para a Educação, prioriza o investimento nos bairros mais carentes de Manaus, onde crianças e jovens vivem sob o risco social, da onda de violência, de marginalidade e de assédio do tráfico de drogas. “Essa juventude precisa de educação de qualidade e de ocupação saudável com atividades culturais e esportivas”, defende Luiz Castro.
Em seu plano de governo, o candidato propõe a implantação do sistema de educação em tempo integral para atender crianças e adolescentes do ensino fundamental, com um amplo programa de projetos sócio culturais e esportivos de contra turno, que reforce as atividades pedagógicas e ampliem a prevenção da violência e da marginalidade.
De acordo com Luiz Castro, o sistema de educação em tempo integral deu certo em capitais como Recife (PE), reduzindo o índice alarmante de violência entre os jovens de famílias pobres. 
Valorização dos professores
Dentro da proposta de melhoria da educação do município, o plano de governo da REDE/PMN prevê a revisão do Plano de Carreira, Cargos e Remuneração (PCCR) dos professores, com enfoque para a valorização da especialização, melhorando a sua remuneração e fazendo cumprir a Hora de Tempo Pedagógico (HTP), na educação infantil e no ensino fundamental.
“Vamos enviar à  Câmara Municipal de Manaus (CMM) um projeto que atualize a Lei 1.126/07, promovendo a melhoria do PCCR dos trabalhadores da educação, incorporando os avanços da legislação federal”, afirma Luiz Castro.
Ele propõe também a implantação do Programa Rede de Desenvolvimento e Educação, para promover a integração com as universidades, principalmente dos cursos de licenciatura, na geração de conhecimento cientifico de qualificação e de formação contínua dos profissionais.
A readequação do sistema de auxílio localidade, é outro ponto em destaque no plano de governo de Luiz Castro, a fim de estimular a atuação de professores qualificados, nos locais onde há carência destes profissionais, além da criação de um programa de estágio para professores auxiliares.
O candidato defende ainda a realização de processo seletivo de forma participativa e transparente para a escolha e contratação de gestor de escola.
De acordo com Luiz Castro a educação municipal será fortalecida  com a ampliação do quadro de técnicos administrativos nas escolas da periferia e da zona rural de Manaus. Para isso, ele propõe a inclusão de psicólogos e assistentes sociais na rede municipal de ensino.
“Vamos promover de forma articulada com os Conselhos Tutelares e com a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, um programa permanente de prevenção à violência contra crianças e adolescentes”, concluiu.
 

Áida Fernandes