Luiz Castro assume o compromisso de democratizar a cultura

By -
img_8540
Valorizar a diversidade cultural e criar políticas públicas que abram espaço democrático para a produção artística local, foram pontos centrais defendidos pelo candidato a prefeito de Manaus, Luiz Castro (REDE/PMN), durante debate realizado na noite de ontem (23) pelo Coletivo Difusão, no anfiteatro do Parque dos Bilhares.  
Questionado sobre  as propostas para promover a cultura em Manaus, Luiz Castro destacou que seu plano de governo prioriza a implementação de uma política cultural integrada à educação e discutida com os artistas e produtores culturais, para levar a produção artística, nas suas variadas expressões, à população dos bairros da periferia da cidade.  
“Propomos a criação de um circuito cultural para a difusão da atividade artística associada ao turismo, que envolva apresentações musicais, teatrais, de vídeos, exposições de artes plásticas, feiras de gastronomia regional, de artesanato, e manifestações populares como capoeira, dança de rua e apresentações folclóricas”, afirmou Luiz Castro.
Ele defendeu a criação de novos espaços culturais  voltados para a população esquecida dos bairros de Manaus, e que despertem o talento dos jovens para as artes. As escolas, segundo o candidato,  também promoverão atividades culturais, de lazer e esportivas, nos finais de semana.
Caso seja eleito, o candidato se comprometeu de encaminhar à Câmara Municipal de Manaus, uma lei consistente, que efetivamente apoie os artistas e incentive a produção cultural na capital.   
Em seu plano de governo, Luiz Castro propõe também a criação de uma  agência de captação, orientação, capacitação e divulgação dos mecanismos de financiamentos estaduais, nacionais e internacionais, para a produção e difusão de bens culturais.
Luiz Castro disse entender a cultura como um bem universal e que a gestão municipal não pode promovê-la de forma autoritária, mas ouvindo a classe artística, para elaborar políticas públicas coerentes, não só na cultura, mas em todas as áreas administrativas, para que realmente atendam os anseios da sociedade.
De acordo com o candidato, a valorização da diversidade cultural está assegurada na gestão que ele propõe pra Manaus,  com políticas que abrirão espaço às manifestações culturais dos grupos urbanos, de comunidades indígenas e de quilombolas.
Enfatiza também o combate  a qualquer forma de preconceito e discriminação étnica, racial, de gênero e orientação sexual, por meio, entre outros, do desenvolvimento da cultura de paz.
Casa do Artista
Atendendo uma questão  apresentada pelo ator Nonato Tavares, Luiz Castro assumiu o compromisso de incluir em seu programa de governo a criação da Casa do Artista. “É uma excelente sugestão, reconhecemos a necessidade de um Lar, para acolher todos aqueles artistas que tanto contribuíram com seu talento para a cultura amazonense”, assegurou.

Áida Fernandes