Loteamento Nascentes das Águas Claras terá espaços verdes voltados para a juventude

By -

AS - 22-02-16 - Espaços Verdes Nascentes das Águas Claras 1 - 2 (14)

As duas unidades do Projeto Espaço Verde na Comunidade, denominadas Parques da Juventude Nascentes das Águas Claras 1 e 2, situadas no Loteamento Nascentes das Águas Claras, bairro Novo Aleixo, Zona Norte, começaram a receber as primeiras mudas que serão utilizadas no processo de revegetação das duas áreas verdes.

O projeto é desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas). Ambas as áreas se encontravam degradadas e ganharão maciços verdes formados a partir do plantio adensado de espécies florestais e frutíferas, além do paisagismo e da arborização para o sombreamento dos passeios públicos.

AS - 22-02-16 - Espaços Verdes Nascentes das Águas Claras 1 - 2 (5)

Os maciços com árvores de diferentes espécies ficarão localizados nas partes internas dos espaços protegidos. Com isso, as áreas verdes voltam a cumprir o papel de contribuir para a manutenção da qualidade ambiental da cidade.

O Loteamento Nascentes das Águas Claras é o segundo a receber as intervenções do Projeto Espaço Verde na Comunidade, que conta com apoio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp).

AS - 22-02-16 - Espaços Verdes Nascentes das Águas Claras 1 - 2 (9)

As duas áreas receberão pista de caminhada, playground, mesa de jogos e academia ao ar livre, dentro do propósito do projeto de reaproximar os comunitários dos espaços protegidos e conservá-los para gerações futuras. “O projeto tem caráter participativo e só é implementado após consulta à comunidade para discussão e aprovação das intervenções a serem feitas, sempre por meio de compensações ambientais”, afirmou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Itamar de Oliveira Mar.

AS - 22-02-16 - Espaços Verdes Nascentes das Águas Claras 1 - 2 (11)

O projeto do Loteamento Nascentes das Águas Claras está sendo viabilizado por meio de compensação ambiental firmada pela Vara Especializada em Meio Ambiente e Questões Agrárias (Vemaqa) e a 49ª Promotoria de Meio Ambiente e Patrimônio Histórico do Ministério Público do Estado do Amazonas, com a empresa MAC Engenharia. O custo da obra está orçado em R$ 800 mil.

No último dia 18, as duas áreas receberam a visita do secretário Itamar Mar, acompanhado por representantes da Semmas e da Seminf, além dos empreendedores. A Seminf ficará responsável por realizar correções no sistema de drenagem no local e a estimativa é de que os espaços sejam entregues em abril. As áreas também receberão postes de iluminação pública de LED.  A estimativa é a de que mais de 2,5 mil mudas, entre frutíferas, ornamentais e florestais, sejam plantadas nas duas áreas.  O projeto paisagístico é desenvolvido pelo Departamento de Arborização e Paisagismo da Semmas.

De acordo com a diretora de Arborização da Semmas, Rosemary Bianco, a recuperação vegetal será uma importante etapa do trabalho. “Começamos o trabalho pelo plantio de arvores que farão o sombreamento dos passeios públicos e, na sequência, partiremos para o plantio adensado, com espécies frutíferas e florestais”, lembrou.

As áreas verdes são espaços definidos pelo Poder Público Municipal, com base em projetos de parcelamento do solo urbano, constituídos por florestas ou demais formas de vegetação (primária, secundária ou plantada), de natureza jurídica inalienável, e destinadas à manutenção da qualidade ambiental. A Semmas vem mapeando as áreas verdes de loteamentos da cidade para a implantação de novos projetos.

Mario Dantas