Liminar da Prefeitura pede suspensão de paralisação de agentes de endemias

By -

greve-agentes-de-endemiasA Procuradoria Geral do Município (PGM) ingressou nesta quarta-feira, 31, com ação judicial com pedido de liminar para que seja considerada ilegal a paralisação dos agentes de endemias, anunciada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Controle e Combate de Endemias no Estado Amazonas (Sindagente) para a sexta-feira, 2. Manaus conta com 702 agentes comunitários de endemias (ACES) disposicionados pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

O pedido de liminar considera, segundo o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, os prejuízos que a paralisação dos serviços dos ACES pode causar, tendo em vista a situação emergencial decretada no município em razão da epidemia por doenças infecciosas virais. Os agentes exercem atividade fundamental no controle e combate ao mosquito Aedes aegypti – transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus – e da malária.

Roberto Brasil