Líder do Governo destaca empenho de Melo na entrega de moradias

By -
A Assembleia participa dessas ações implementadas pelo executivo”, ressaltou David Almeida

A Assembleia participa dessas ações implementadas pelo executivo”, ressaltou David Almeida

O deputado David Almeida (PSD), líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) destacou o empenho e compromisso do governador José Melo (Pros) na entrega de moradias a população amazonense.

A declaração foi dada durante a manhã de sexta-feira (17), em que o parlamentar acompanhou o governador em uma vistoria à nova etapa do Residencial Viver Melhor III, localizado na Avenida Arquiteto José Henriques (antiga avenida margarida) no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte da cidade.

A construção do novo residencial é uma parceria do governo do Amazonas com o governo Federal, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida. A obra está 75% concluída e terá 2 mil apartamentos. Sendo 80 apartamentos adaptados para cadeirantes, 60 unidades para idosos e 20 para deficiente visual.

Vários deputados representaram a Assembleia Legislativa durante a visita, entre eles, o deputado David Almeida que é segundo vice-presidente da casa, o qual destacou a participação da casa legislativa quanto às fiscalizações nas obras do governo.

“A Assembleia está presente, vem in loco e acompanha o desenvolvimento das obras. Na área habitacional, o governo do Estado tem uma meta de entregar cerca de 47 mil moradias, sendo 32 mil na capital e 15 mil no interior em mais de 31 municípios e  a Assembleia participa dessas ações implementadas pelo executivo”, ressaltou David Almeida.

A obra que está prevista para ser entregue em dezembro de 2015, gera mais de 1 mil empregos diretos e indiretos e está orçada em mais de R$ 131 milhões, sendo R$ 7.971.900 milhões do governo do Estado e R$ 124.000.000 milhões financiados pela Caixa Econômica Federal.

Na visita estavam presentes, além de David Almeida, os deputados Bosco Saraiva (PSDB), Carlos Alberto (PRB), Augusto Ferraz (DEM), Dermilson Chagas (PDT) e Sabá Reis (PR).

Roberto Brasil