Justiça do Trabalho chega a Borba, Nhamundá e Urucurituba

By -

justica1A Justiça do Trabalho, por meio de suas Varas do Interior, promoverá atendimentos itinerantes em mais três municípios na próxima semana. Os contemplados desta vez são Borba, Nhamundá e Urucurituba que contarão com a presença de servidores do TRT da 11a Região. A Vara Trabalhista de Humaitá realizará seus atendimentos em Borba entre os dias 13 e 17 de outubro, a partir das 8h, na Câmara Municipal de Borba, localizada na Avenida Silvério Nery, 253, Ipiranga. A juíza Margarete Dantas Pereira Duque conduzirá as audiências com o auxílio dos servidores Manoel de Jesus Neves Lopes e José Antônio de Torres de Freitas. Estão agendadas 17 audiências, sendo dez no dia 14 e  sete no dia 15 de outubro. Outras atividades serão realizadas, tais como, novas tomadas de reclamações e prestação de informações relacionadas a causas trabalhistas.

Já os servidores da Vara Trabalhista de Parintins promoverão o atendimento no município de Nhamundá entre os dias 13 e 17 de outubro, das 8h às 18h, no Fórum localizado na Rua Furtado Belém, 28, Centro. O juiz Aldemiro Rezende Dantas Júnior terá o auxílio dos servidores Felipe dos Santos Schwarz, Rondinelle Farias Viana, João Bosco Cavalcant Barroso e Edgar Júnior Andrade de Souza durante a execução das audiências.

O município de Urucurituba receberá o atendimento dos servidores da Vara do Trabalho de Itacoatiara nos dias 14 e 15 de outubro, no Fórum de Justiça de Urucurituba, localizado na Av. Presidente Castelo Branco, 45, Centro. Na ocasião o juiz José Antônio Correia Francisco realizará cinco audiências com o auxílio dos servidores Eliane Lucas Rodrigues, Socorro da Silva Romão e Roberto Alencar de Garavito para sanar as dúvidas que surgirem a respeito dos direitos do trabalhador.

O programa de atendimento itinerante é realizado durante todo o ano pelo Tribunal Regional do Trabalho da 11a Região com o auxílio das Varas Trabalhistas do interior. A sua finalidade consiste em oferecer um atendimento rápido, eficaz e gratuito à população. Possui duas etapas: A tomada de reclamações e audiências. Não é necessário estar acompanhado de um advogado para solicitar o atendimento. Basta apresentar um documento de identificação, a carteira de trabalho, carteira de identidade e CPF (original e cópia), bem como levar os dados do reclamado (nome, endereço) e a documentação referente ao que está reclamando.

Mario Dantas