José Ricardo vai priorizar educação e segurança como plataforma de governo

By -

Dep. José Ricardo

Da Redação – O deputado estadual José Ricardo (PT) esteve fazendo uma visita à redação do Blog da Floresta, onde contou um pouco da sua trajetória de vida, quando saiu com a família do Rio Grande do Sul, até entrar na política, já em território amazonense.

José Ricardo Wendling é gaúcho de nascimento e veio para o Amazonas ainda pequeno (7 anos) após um projeto do governo federal incentivar a vinda de famílias à região norte do país através da distribuição de terras feitas pelo Incra. Morou um tempo na Ilha da Paciência, em Iranduba, e depois se mudou para Manaus. O tempo passou, casou e hoje tem dois filhos. Nas palavras dele é um amazonense que nasceu no sul.

Candidato ao governo

O parlamentar realizou sua campanha à Prefeitura de Manaus em cima de uma Kombi e agora também se lançou candidato ao “governo tampão” e conta como será o trabalho a partir de agora. “Meu trabalho de prestação de contas foi baseado no que Praciano fazia, indo aos terminais de ônibus prestar contas do trabalho. Venho fazendo o mesmo desde os tempos de vereador. Para o interior não tem jeito nessa campanha para governador e terei que me deslocar de avião e barco. Como a campanha dura 45 dias, devo ir em alguns municípios não sendo possível chegar em todos, contando para isso com a militância petista e simpatizantes como multiplicadores de nossa mensagem. Todavia, o homem da Kombi vai continuar existindo”, disse.

Sendo um dos deputados mais combativos do Amazonas, falou sobre os problemas prioritários para resolver caso seja eleito. “Esse mandato é tampão, devendo durar um ano e poucos meses. Não vamos prometer que vamos resolver todos os problemas do estado. Temos questões emergenciais a curto prazo priorizando a segurança pública (salários, melhoria da infraestrutura e continuidade de ações) e a saúde (melhoria no atendimento, acelerar a realização dos exames e redução das filas de atendimento). Isso tudo em caráter emergencial”.

Prioridades

Durante o governo do Professor José Melo (Pros) foi dito que o Estado estava quebrado, sem condições para realizar investimentos contrariando a administração David Almeida (PSD) que promete plano emergencial na saúde, conclusão de obras e até verba para o festival de Parintins. O deputado petista afirma que a arrecadação do Estado apresentou melhoras nos últimos meses, mas ainda é preciso priorizar. “Comparado ao mesmo período do ano passado houve uma melhora na arrecadação estadual. Agora temos que priorizar. Acho que a saúde é prioridade. O apoio a festivais folclóricos precisa ser mantido, mas talvez num patamar menor até você resolver o problema da saúde. Então, uma boa parte dos recursos que estão anunciando para determinadas obras eu direcionaria à área da saúde e da segurança”, frisou.

O Amazonas é classificado hoje como o quarto estado com a pior transparência, o que vai de encontro a lei federal de acesso à informação. José Ricardo foi enfático. “O grupo político que administra o Amazonas há mais de 30 anos não tem essa prática da transparência e não criou mecanismos para que a população possa acompanhar a gestão, possa ser ouvida, dar seu encaminhamento de ideias e propostas. O Amazonas está lá embaixo no ranking da transparência porque os governos não estão obedecendo as leis federais. Pretendo mudar esse quadro”, finaliza. (Roberto Brasil – Fotos: Michael Dantas)

Roberto Brasil