José Ricardo e Sinésio apresentam propostas em Rio Preto e Figueiredo

By -

Durante toda a sexta-feira (21) o candidato a governador do estado pelo PT, José Ricardo, e seu vice, Sinésio Campos, fizeram campanha nos municípios de Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo. Como atividade de campanha eles realizaram caminhadas, panfletagem e, como de costume, em cima da Kombi, fizeram minicomícios. Na ocasião, apresentaram à população algumas de suas propostas do Plano de Governo Emergencial para o Amazonas do futuro.

Na feira de Rio Preto da Eva e pelas ruas da cidade, José Ricardo e Sinésio conversaram com os feirantes e produtores rurais para conhecer os principais gargalos do setor primário. “Nossa prioridade será o apoio aos produtores e à economia familiar. Rio Preto já tem uma boa produção, mas precisa de mais cuidado do Estado, com a recuperação e manutenção das estradas, ramais e vicinais para melhorar a escala de produção. É uma vergonha para o Amazonas que a banana, a melancia, o tambaqui e outros produtos venham de outro estado”, disse José Ricardo, destacando que esse município pode abastecer a capital, principalmente, pela sua proximidade com Manaus. 

Por isso, umas das propostas do Plano de Governo Emergencial do 13 para o setor primário, é o Programa Pró-Calcário, que consiste na distribuição desse importante mineral aos pequenos e médios produtores que é fundamental para corrigir o PH da água e do solo para aumentar a produtividade. “Temos que reduzir as queimadas e com o calcário, por meio de apoio técnico, iremos ajudar os produtores a aumentar a sua produção. Por isso, pedimos apoio e voto no 13, que é o da esperança por dias melhores no nosso Amazonas”, afirmou Sinésio Campos. 

No minicomício, realizado na avenida Conrado Niemeyer, o candidato do 13, conhecido como o homem da kombi, se apresentou à população e afirmou que tem carinho especial por Rio Preto. Ele lembrou que o grupo político que se reveza no Estado, há mais de 35 anos, criou projetos mirabolantes para o interior, como o Terceiro Ciclo e o Zona Franca Verde, mas sem resultados. Os municípios vivem um vazio econômico com poucas oportunidades, sem fábrica para os setores primários e com desemprego altíssimo. 

“Aqui em Rio Preto tem boa produção de peixe, mas os desgovernos não tiveram competência de desenvolver o setor da piscicultura nesse município, que poderia ser um dos maiores produtores do Estado e do Brasil. No nosso Governo iremos priorizar essas áreas como alternativa à Zona Franca de Manaus”, enfatizou José Ricardo dizendo que em seu governo irá rever a política de tributação de piscicultura, bem como seus insumos. Além de promover a ampliação e melhoria de instalações naturais ou artificiais, alimentação e manejo com vistas a aumentar a produção de pescado no estado 

Já em Presidente Figueiredo, os candidatos também realizaram caminhadas panfletagem e minicomício e falaram com a população sobre desenvolvimento sustentável e geração de emprego e renda. Como Propostas para o interior do estado, eles vão apoiar e incentivar a produção rural e o escoamento por meio da promoção do desenvolvimento regional, incentivando a produção de produtos como: fitofármacos, fitocosméticos, alimentos nutracêuticos, essenciais, extratos aromáticos e potenciais riquezas minerais. Ele também buscará atrair o empreendedorismo na área de biotecnologia incentivando a indústria de fármacos e fitoterápicos.

Roberto Brasil