José Melo recebe embaixador de Taiwan para estreitar relações e falar sobre investimentos

By -
O Amazonas, é interessante para eles por conta de prorrogação da Zona Franca e seus incentivos fiscais, afirmou José Melo

O Amazonas, é interessante para eles por conta de prorrogação da Zona Franca e seus incentivos fiscais, afirmou José Melo

O governador do Amazonas, José Melo, recebeu visita oficial do embaixador de Taiwan no Brasil, Isaac Meng Hung Tsai. O encontro, que aconteceu na sede do Governo, no bairro Compensa II, zona oeste, serviu para estreitar as relações bilaterais entre as partes e deixar abertos os canais de comunicação para futuros investimentos.

jose-melo-embaixador-taiwan-03 “Empresas taiwanesas já estão instaladas no Polo Industrial de Manaus e Taiwan vê o Brasil como um todo com uma grande perspectiva de mercado futuro e de expansão de suas atividades fabris e também de investimentos. E o Amazonas, especialmente, é interessante para eles por conta de prorrogação da Zona Franca e seus incentivos fiscais”, afirmou o governador.

jose-melo-embaixador-taiwan-01Segundo José Melo, o Governo do Estado irá programar visita de uma comitiva técnica a Taiwan para divulgar os incentivos fiscais e as vantagens proporcionais do Amazonas para atrair novas empresas. “Portanto, essa reunião é fundamental, sobretudo nesse momento em que estamos à procura de novas atividades econômicas para que nosso país possa sair o mais rápido possível dessa crise”, ressaltou.

jose-melo-embaixador-taiwan-02Também participaram da reunião os secretários de Estado da Fazenda, Afonso Lobo, e de Planejamento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Thomaz Nogueira, além de empresários taiwaneses do Polo Industrial de Manaus.

O embaixador Isaac Meng Hung Tsai afirmou que o governo taiwanês considera o Brasil um país estratégico para a expansão comercial e novos investimentos previstos para as Américas e África. “O Brasil é o maior parceiro comercial de Taiwan na América Latina, é um país promissor, um mercado grande para investidores. Por isso, queremos conhecer melhor as potencialidades para expandir os negócios”, explicou.

Roberto Brasil