Jornal revela plano para dia da morte de Elizabeth II

By -

Rainha Elizabeth II tem 90 anos e 65, de reinado

A Rainha da Inglaterra, Elizabeth II, parece gozar de boa saúde perto de completar 91 anos, mas as autoridades britânicas já têm detalhado o protocolo para o dia da morte da monarca, que está no trono há 65 anos. O diário britânico “The Guardian” revelou os detalhes do plano para o funeral da soberana, nomeado de “Operação Ponte de Londres, em referência a um dos pontos turísticos mais conhecidos da capital britânica.

O planejamento prevê a posse do príncipe Charles, próximo na linha sucessória real, já no dia seguinte, às 11h. A resposta do país à morte de Elizabeth II prevê que Christopher Geidt, secretário particular da rainha, dê a notícia ao chefe de governo — no momento, a primeira-ministra Theresa May. Caso a monarca venha a falecer de madrugada, a chefe de Estado será acordado para receber o comunicado. Os funcionários do reino serão avisados por uma linha interna, que repassará a mensagem “A Ponte de Londres caiu”.

Caberá, em seguida, ao Centro de Resposta Global do Ministério das Relações Exteriores comunicar os outros 15 estados sobre os quais Elizabeth II tem ascendência e os demais governos da Commonwealth, composta por 53 estados soberanos. A imprensa recebe a notícia posteriormente, com prioridade para a agência Press Association. Os demais veículos de comunicação serão avisados simultaneamente. Com a programação suspensa para acompanhar o desdobramento da notícia, os apresentadores dos noticiários televisivos deverão usar roupas pretas.

De acordo com o jornalista Sam Knight, que assina a reportagem, um lacaio vestido de luto colocará a nota oficial de falecimento na porta do Palácio de Buckingham, residência oficial da realeza. O britânico ainda ressalta a existência de um plano pronto para o caso de a soberana morrer no Castelo de Balmoral, na Escócia, ou durante viagem ao exterior. Os parlamentares, por sua vez, serão convocados em caráter especial e deverão respeitar “vários dias de luto”.
(Agência O Globo)

Roberto Brasil