Jean Cleuter concorre à Presidência da OAB-AM

By -

PROTOCOLO09 AS

Os advogados Jean Cleuter e Omara Gusmão, que encabeçam a chapa “Muda OAB – Aliança” estiveram na manhã desta sexta-feira, 16 de outubro, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil para a inscrição oficial da candidatura para concorrer à diretoria da OAB seccional Amazonas. Para a oficialização da inscrição da chapa também estiveram presentes vários advogados que apóiam a ideia de mudança e alternância na gestão da entidade que, não só representa a classe de advogados do estado, mas que também simboliza a valorização da cidadania.

 

A partir desta sexta-feira, os advogados se mobilizam em uma campanha que durará 45 dias. A eleição será no dia 27 de novembro de 2015 e a diretoria que ganhar deverá administrar a Ordem dos Advogados pelo triênio de 2016 a 2018. Por falar em administração, esse tem sido um dos pilares da campanha da chapa que propõe a mudança. Tanto o candidato a presidente, Jean Cleuter, quanto à candidata a vice, Omara Gusmão, além de advogados são formados em administração, portanto, uma nova gestão, capacitada e moderna.

PROTOCOLO04 AS

“Queremos uma OAB presente na sociedade amazonense, presente na advocacia amazonense. Queremos uma OAB transparente, para pensar no dia-a-dia e nas necessidades dos advogados. Principalmente quem mais precisa, o iniciante, que não tem o apoio efetivo da instituição. A OAB tem que “dar as mãos” aos profissionais, reativar a casa do advogado, biblioteca, os cursos de pós-graduação e outras atividades necessárias. Queremos ser uma OAB que pense nas necessidades do advogado que milita e vive da advocacia.” afirma  Cleuter.

De acordo com Jean a Escola Superior da Advocacia precisa ser reativada. “Queremos um planejamento de cursos para oferecer com frequência durante os três anos da gestão. Nada de fazer cursos sem titularidade”, critica o candidato.

E completa: “Buscamos a valorização do advogado, a luta contra corrupção e a defesa das prerrogativas, defesa da advocacia independente, tudo para resgatar o respeito do advogado”, afirma o candidato.

Jean tem como maior marco reconhecido pelos amigos a inclusão da advocacia na Lei Complementar que modificou o Simples Nacional para advogados. Ele foi o relator do projeto no âmbito do Conselho Federal da OAB, onde preside a Comissão Nacional de Direito Tributário. Com isso, os profissionais que criarem sociedades de advogados e aderirem ao Simples conseguem economia de pelo menos até 80% no pagamento de tributos. E a dedicação à advocacia tem quinze anos, desde quando pegou a carteira de advogado e tem no alicerce da família a essência da carreira jurídica. Até 2001 foi juiz classista. De 2008 até 2015 foi membro do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), do Ministério da Fazenda, órgão que tem a missão de assegurar imparcialidade e celeridade na solução dos litígios tributários administrativos à sociedade. Desde 2009 é conselheiro federal pelo Amazonas.


PERFIL

Jean Cleuter nasceu em Manaus, mas tem na essência o homem do interior que e hoeje é apaixonado pela advocacia. O pai dele, Cleuter Mendonça, é natural de Itacoatiara e sua mãe, Julieta Simões Mendonça, da capital amazonense. Pai do Jean Victor e da Maysa Maria, casado com a Procuradora de Contas do Estado, Fernanda Cantanhede Veiga Mendonça, Jean Cleuter é formado em direito e administração de empresa com habilitação em comércio exterior, pós graduado em Direito Processual Civil pela Universidade Federal do Amazonas. Além de ser um dos advogados mais bem sucedidos do Estado, sendo o seu escritório especialista nas áreas: trabalhista, cível e tributária.

Por ser especialista em Zona Franca de Manaus, já escreveu diversos artigos para livros de circulação nacional sobre o tema, como a edição “Tributação Aduaneira”, com grandes textos para advogados renomados no Brasil.


Omara Gusmão
, que vem candidata à vice, é Advogada pública, e é especialista em direito tributário. Mestre em direito público pela Universidade Federal de Pernambuco, Gusmão atua como professora universitária. Ela foi conselheira federal da OAB entre 2001 e 2003. Também atuou nas áreas tributárias de Manaus e fiscal de tributos estaduais da Secretaria de Fazenda do Amazonas. Pertence ao Conselho Científico da Academia Brasileira de Direito Tributário e atua como Procuradora Municipal de Manaus.

Mario Dantas