Itacoatiara: Tem sangue novo na política da Velha Serpa

By -
Ver. Dário Nunes

Ver. Dário Nunes

Da Redação – Um verdadeiro “furacão”. Assim é que pode ser chamado o Vereador e atual Presidente da Câmara Municipal de Itacoatiara, Dário Nunes (PSDB). Mesmo sendo novo na militancia política concorreu e foi eleito vereador. Em seguida, correu por fora pela disputa do comando da Casa Legislativa da Pedra Pintada, atropelando a articulação do prefeito Mamoud Amed e do ex-presidente da Casa, Raimundo Silva, onde apontavam o candidato do seu grupo. A seguir, você confere a entrevista feita pelo repórter David Almeida com o parlamentar itacoatiarense.

Blog da Floresta: Quem é Dário Nunes?

Dário Nunes: Sou uma pessoa muito reservada, não gosto de exposições desnecessárias, apesar de ser um político e estar na política já a algum tempo, não gosto dos holofotes; o que posso falar sobre mim? Sou um itacoatiarense de corpo e alma; sou filho, esposo e pai; sou amigo dos meus amigos e prefiro não ter inimigos (risos); traço minha conduta de vida dentro da normalidade; busco a honestidade a todo custo, acho que por isso as faço ser mais lentas, pois preso demais pela honestidade, principalmente agora que estou como presidente da Câmara de Itacoatiara. Sou um Jovem Político Brasileiro que sonha com uma Nova Política.

BDF: O que levou a escolha do seu nome para presidir a Câmara local, transformando-o num verdadeiro furação no parlamento e na Velha Serpa?

DN: (risos)… Na verdade, estou mais para uma chuva forte e constante que para furacão. Meu nome surgiu como solução para uma situação de sufoco. Tudo estava muito parado, estávamos sem o povo dentro da Câmara, tentavam enfiar nossas decisões goela a baixo, a Casa estava servindo de Secretaria do Executivo eu propus uma mudança e meus amigos vereadores, que num primeiro momento se colocaram contra o prefeito, acharam uma boa ideia.

Mas respondendo sua pergunta, esse furacão não passou não, como disse, prefiro ser um temporal forte e constante; mas você sabe que em política nem tudo é rápido como queremos, eu continuo com toda a força – pelo menos com a força que tenho. Conto com o povo, meu maior aliado é o povo.

BDF: Você venceu as eleições e logo em seguida foi eleito presidente da Câmara Municipal, isso era o seu objetivo ou foi um simplesmente acaso?

DN: Na verdade eu tive que esperar dois anos para provocar essa mudança. Entrei com toda força, com muita vontade de trabalhar, mas fui freado pelo sistema que existia dentro da Câmara. No primeiro ano eu fiz 162 requerimentos, 10 projetos de lei, e nada foi atendido pelo Executivo, então resolvi trabalhar para mudar isso, afinal de contas nós somos empregados do povo, esse povo é o verdadeiro dono da Câmara de Vereadores não o prefeito. Foi nessa linha que juntei alguns vereadores insatisfeitos e juntos conseguimos mudar essa história. Não foi acaso, foi com planejamento.

BDF: Como fez pra vencer o candidato do prefeito Mamoud Amed?

DN: Conscientizando a maioria dos vereadores que também entenderam que estava na hora de renovarmos os costumes da Câmara, tornando-a um Poder forte e independente e exercer de fato o verdadeiro papel do Poder Legislativo.

BDF: Você tem projetos para mudanças na relação da Câmara e a população em geral?

DN: Na verdade já iniciamos a caminhada para mudarmos essa relação. A primeira delas é a participação da população nas Sessões Ordinárias, com a sessão de tempo de 10 minutos para que as pessoas possam trazer diretamente aos vereadores, suas reclamações, não só contra uma possível inercia da Casa, mas também contra a inércia do Executivo. Outra medida que adotamos é a transmissão das Sessões por uma rádio web, que pode ser acessada direto no site da Casa: www.cmitacoatiara.am.gov.br; além disso, postamos no perfil do Facebook, um relese das falas dos vereadores, a interação tem sido muito boa.

BDF: Alguns eleitores reclamam que depois de eleitos os candidatos somem das comunidades, nunca fazem visitas para saber como estão às mesmas, principalmente as mais distantes, o que você acha disso? 

DN: Essas reclamações são pertinentes, muitos políticos fazem isso mesmo, abandonam o povo. Para reverter essa situação de descrédito da população em relação aos vereadores, principalmente das comunidade rurais, nesse novo momento administrativo e político da Câmara, estamos iniciando uma Agenda Positiva, onde iremos fiscalizar com visitas pontuais, fazendo um raio X do serviço público prestados à população, convocaremos todos os secretários, para uma prestação de contas, queremos saber  como estão sendo prestados estes serviços para as comunidades rurais, ruas, obras e tudo mais que for preciso, Também iremos iniciar as Sessões Itinerantes da Câmara nas Comunidades, iremos levar a câmara a mais longínqua comunidade.

BDF: Como esta o relacionamento institucional entre o Poder Legislativo Municipal e o executivo?

DN: Nesse novo momento, quero que a população saiba que o poder Legislativo não é uma secretaria do Executivo. Nós fazemos nosso trabalho, que é fiscalizar o trabalho do Executivo. Só isso.

BDF: E como anda a relação, prefeito e o presidente da Câmara?

DN: Respeitosa, como deve ser. Ele lá e eu aqui, nada mais. No campo da política eu sou oposição ao prefeito de Itacoatiara, isso é importante que todos saibam. (David Almeida)

Roberto Brasil