Iranduba coloca fim em saída de jogadoras

By -

(Foto: Antonio Lima)

O cenário chegou a assustar os torcedores do Hulk da Amazônia. Nas últimas semanas, o clube ganhou espaço nos noticiários mais pela saída de jogadoras do que pelos torneios que ainda disputa. Na última sexta-feira (28), o clube confirmou empréstimo de cinco atletas para o Corinthians/Audax, onde disputarão a reta final do Campeonato Paulista e a Copa Libertadores. Ao fim das competições, Kamilla, Mari, Mayara, Driely e Letícia voltam ao clube amazonense.
Sem apoio de patrocinadores, o Iranduba viu nas transferências e empréstimos a solução para conseguir uma folga na folha de pagamento, mas o clube não deve mais negociar a saída de novas jogadoras. “Acho que agora não sai mais ninguém. Agora nós temos que pensar no suporte para o ano que vem, o clube tem dificuldades, vamos ver se conseguimos fechar patrocínios e vamos jogando nosso futsal até o fim do ano”, pontuou o diretor de futebol do Iranduba, Lauro Tentardini.

O dirigente revelou também que outros grandes nomes da equipe como Djeni Becker, convocada até para Seleção Brasileira, não devem sair. O Kindermann, de Santa Catarina, tentou negociar empréstimo da atleta e outras que já tiveram passagem pelo clube, mas as negociações não avançaram.

Após a eliminação na semifinal do Campeonato Brasileiro, o Iranduba passou a focar na disputa de torneios de futsal, utilizando a maior parte da equipe que disputou as competições de campo. No segundo semestre, a única competição prevista para os gramados é o Campeonato Amazonense de Futebol Feminino.

Portal A Crítica

Roberto Brasil