Ipaam realizou mais de 600 resgates de animais silvestres em 2015

By -

20160127_111004

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), por meio da Gerência de Fauna, em 2015, recebeu 718 solicitações e realizou 602 resgates de animais silvestres. Já em 2014, de 771 denúncias, foram atendidas 517. Comparados os dois anos, houve um crescimento de 23% no número de resgates.

“Entendemos que esse aumento ocorre por conta da conscientização cada vez maior da sociedade com relação à preservação dos animais. Quando recebemos uma solicitação, vamos ao local e realizamos o trabalho da melhor forma, sempre com o intuito de manter a integridade da espécie”, comentou o gerente de fauna do Ipaam, Marcelo Garcia.

Entre as espécies mais resgatadas estão Bicho-preguiça, jacarés, gaviões, corujas, iguanas (camaleão) e cobras. Garcia explica que conforme a cidade vai crescendo e o desmatamento aumentando, os animais vão perdendo o espaço do seu habitat natural. “Depois de feito o resgate, se o animal estiver em boas condições, ele é solto na floresta mais adequada à sua espécie. Se ele precisar de cuidados, encaminhamos ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama; ou ao Refúgio da Vida Silvestre Sauim Castanheiras, administrado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas)”.

20160127_110908

Coruja Rasga-Mortalha – Na última quarta-feira (27/01), realizou o resgate de um filhote de coruja da espécie Rasga-Mortalha (Tyto furcata), muito conhecida também pelo nome “suindara” ou “coruja-de-igreja”. O animal foi encontrado em um prédio no Centro, localizado na rua Guilherme Moreira, zona centro-sul de Manaus.

A coruja foi encontrada por trabalhadores que realizavam obras no local, e acionaram o Ipaam para o resgate.

Segundo informações da Gerência de Fauna, o animal encontra-se bem e foi encaminhado ao Centro de Triagem do Refúgio Sauim Castanheiras, onde receberá todos os cuidados necessários, antes de voltar à natureza.

Os resgates de animais silvestres são solicitados por meio do telefone 2123-6774 e ocorrem de domingo a domingo, das 8h às 17h.

Mario Dantas