Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas dá posse á novos associados

By -

IGHA-03

O Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas(IGHA) é hoje, a instituição cultural mais antiga do Amazonas e nessa sexta-feira (26), ás 19h30, estará dando posse a três novos sócios.O Instituto fica situado à Rua Bernardo Ramos, no Centro Histórico de Manaus, e, além de promover seminários e palestras, possui um museu próprio, com valiosas peças históricas, além de uma coleção única de peças indígenas. Sua biblioteca e, principalmente, sua hemeroteca são pontos obrigatórios para os que se dedicam a pesquisar sobre a Amazônia.

Além de, acumularem, paralelo, os serviços exigidos por suas profissões, na lida da vida, os três ilustres novos sócios são batalhadores exemplares; grandes expressões da cultura amazonense, e, por afinação ao que se propõem em suas desenvolturas artísticas alcançaram o lugar que os imortalizam.

Aguinaldo Nascimento Figueiredo

Aguinaldo Nascimento Figueiredo

Aguinaldo Nascimento Figueiredo é amazonense de Manaus, nascido em 1958.Em 2000 graduou-se em História pela Universidade Federal do Amazonas. É professor efetivo da rede pública de ensino, há mais de 20 anos. Dentre muitas coisas produzidas pelo artista está o livro História Geral do Amazonas, que escreveu em 2003 chegando a três edições. Escreveu em revistas, jornais, ganhou vários prêmios como o “PrêmioLiterário Cidade de Manaus”; “ Mário Ypiranga Monteiro”. Em 2012, recebeu uma “Menção Honrosa” no Prêmio Saul Benchimol, com o trabalho A indústria no Amazonas: memorial histórico.

Júlio Antônio de Jorge Lopes

Júlio Antônio de Jorge Lopes

Júlio Antônio de Jorge Lopes é advogado,Acadêmico da Academia de Letras do Amazonas e várias outras academias pelo Brasil,como por exemplo: Academia Brasileira de Ciências Morais e Políticas (ABCMP). Pertence também, ao Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB)pela atuação destacada na advocacia, em causas relacionadas à liberdade de imprensa, o que lhe valeu o convite para ingressar na Associação Brasileira de Imprensa (ABI).  Autor de livros que somaram para a sua trajetória grandiosa.

Zemaria Pinto

Zemaria Pinto

Zemaria Pinto, 59 anos, é poeta, ensaísta, dramaturgo e ficcionista, além de compositor bissexto. Tem participação em mais de uma dezena de antologias, além de trabalhos publicados nos anais de diversos congressos literários.É professor de literatura, com especialização em Literatura Brasileira e mestrado em Estudos Literários. Tem 19 livros publicados, é autor de mais de cinco textos para teatro, todos encenados. Mantém os blogs Palavra do Fingidor, de contos e ensaios, e Poesia na Alcova, de poesia erótica e pornográfica.É membro da Academia Amazonense de Letras, desde setembro de 2004.Tem ainda duas peças de teatro e uma dezena de livros inéditos, entre ensaios, contos, infantis e poesia.

Na ocasião, será entregue aos presentes o livro Nunes Pereira, um esboço em cinza e sombras de Zemaria Pinto, um ensaio em homenagem àquele que foi um dos mais notáveis etnólogos brasileiros.

 

 

Mario Dantas