“Impeachment ganha força com denúncias e nova fase da Lava Jato”, afirma Pauderney

By -
Dep. Paudeerney Avelino

Dep. Pauderney Avelino

As denúncias do senador Delcídio Amaral e a 24ª fase da Operação Lava Jato fazem o processo de impeachment ganhar força, segundo o líder do Democratas na Câmara dos Deputados, o deputado federal Pauderney Avelino (AM), que pretende, junto com os demais partidos da oposição, incluir novos fatos ao processo de pedido de impeachment da presidente Dilma.

“Vamos fazer um aditamento na petição do pedido de impeachment, pois nós vemos fatos novos e as revelações trazidas pelo senador Delcídio são estarrecedoras, mostrando que a presidente Dilma interferiu na justiça para tentar ‘melar’ a operação Lava Jato”, afirmou Avelino. Para Pauderney, a nova fase da operação também mostrou que as instituições estão em pleno funcionamento no Estado Democrático de Direito e que não são manobras da oposição. “A Justiça Federal, o Ministério Público e a Polícia Federal não são instrumentos da oposição. Esta condução coercitiva vem mostrar que a lei vale para todos e nem o ex-presidente Lula está acima da lei”, afirmou Pauderney.

Logo após o cumprimento de condução coercitiva do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, que foi levado até o aeroporto de Congonhas, membros do governo PT, manifestantes e o próprio Instituto Lula condenaram ação da Polícia Federal, que envolveu mais de 200 policiais, considerando-a “arbitrária e golpista”.

“Não aceitamos este jogo do PT, de querer jogar os mais pobres contra as instituições ou com este argumento dizer que o Lula será defendido a qualquer preço. Condenamos este discurso, e este tipo de atitude porque os brasileiros estão envergonhados com o que está se passando em nosso país”, concluiu Pauderney.

Mario Dantas