Homem é preso por tráfico de drogas em Boa Vista do Ramos

By -
O infrator já estava comercializando entorpecentes há quinze dias

O infrator já estava comercializando entorpecentes há quinze dias

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 46ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Boa Vista do Ramos, município distante 271 quilômetros em linha reta de Manaus, prendeu em flagrante na última quarta-feira, dia 28, por volta das 22h, Jo Soares da Silva, 29, conhecido como “Pedro Rocha”, envolvido com o tráfico de drogas no lugar.

drogas-boa-vista-do-ramos-2De acordo com o delegado titular da 46ª DIP, Mauro Canale, o homem foi preso na residência dele, situada na Comunidade Maranata, região do Curuçá, em Boa Vista do Ramos, após o recebimento de uma denúncia anônima informando que “Pedro Rocha” estava comercializando drogas no local. Segundo o delegado, a ação contou com apoio de policiais militares, que atuam no município.

Na residência foram apreendidas 47 gramas de cocaína, 10 trouxinhas da mesma substância, 2 porções de maconha, material para embalo dos entorpecentes, uma lata de tinta e potes plásticos que eram utilizados para esconder a droga. No local foi apreendido também a quantia de R$ 581 em espécie.

drogas-boa-vista-do-ramos-3Canale afirmou que o infrator já estava comercializando entorpecentes há quinze dias. “A residência onde ele foi preso servia como ponto de venda. Após a denúncia, montamos campana no local e percebemos a intensa movimentação de pessoas na casa. Ao constarmos a comercialização ilegal no imóvel, efetuamos a prisão em flagrante”, explicou a autoridade policial.

Ainda conforme o delegado, durante a ação policial, Jo Soares admitiu a pratica ilegal e mostrou aos policias, o local onde escondia as substâncias ilícitas. “Encontramos os entorpecentes enterrados dentro dos potes plásticos, no quintal da casa dele”, disse Canale.

Conduzido à unidade policial após o flagrante, Jo Soares foi autuado por tráfico de drogas, conforme o Artigo 33 da Lei nº 11.343/2006. Ao término dos procedimentos cabíveis o homem irá permanecer preso na carceragem da delegacia, à disposição da Justiça.

Roberto Brasil