Homem é morto e decapitado por integrantes da FDN

By -

A vítima foi assassinada na casa de um dos suspeitos (Fotos: Daniel Landazuri)

Por volta das 2h da madrugada desta quinta-feira (13), um homem identificado apenas como “Nape” foi morto a facadas e teve a cabeça decapitada. Os suspeitos de cometerem o assassinato são Daniel Alfaia das Neves, de 22 anos, Tiago de Lima Mendes, 28, Lucas Quintiliano de Souza, 18, e Jonatas da Silva Muniz Sales, 22. Todos foram presos pela Polícia Militar no momento que tentavam esquartejar o corpo da vítima, ainda no local do crime, na rua H-12, loteamento Águas Claras, bairro Cidade Nova, Zona Norte.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe da 6ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) recebeu uma denúncia anônima por telefone, informando que cinco homens estavam em dois veículos, um Gol de cor branca e um Corsa Wind de cor verde. O denunciante informou que quatro integrantes do grupo planejavam executar “Nape”.

Policiais da 6ª Cicom encontraram os veículos estacionados em frente a uma casa e constataram que a área era da jurisdição de outra Cicom, a 12ª. Policias da 27ª Cicom também deram apoio na ação.

As armas utilizadas no crime também foram apreendidas pelos policiais e levadas ao 12º DIP

“Ao chegar na residência, me identifiquei como polícia e ordenei que os suspeitos saíssem da casa. Três suspeitos abriram a porta da frente da casa e passaram por uma revista. Quando me aproximei da porta da casa vi o corpo decapitado em um dos quartos da casa. Nossa equipe entrou para realizar buscas e encontrou o quarto suspeito, que estava tentando se esconder em baixo do sofá”, informou o tenente Silva Valente, da 27ª Cicom.

Ainda segundo o tenente, os suspeitos informaram que fazem parte da facção criminosa Família do Norte. Os homens e as armas usadas no crime foram encaminhados ao 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde são prestados esclarecimentos sobre a motivação do assassinato.

Peritos do Instituto Médico Legal e da Polícia Técnico-Científica foram acionados e se deslocaram até a cena do crime. O corpo de “Nape” foi removido. Depois de passar pelos procedimentos no 12º DIP, o caso deve ser encaminhado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestro. Fonte: EM TEMPO

Roberto Brasil