Historiadores de Manaus reúnem-se contra ataques à categoria

By -

Neste sábado (4), historiadores de Manaus se reúnem, a partir das 15h, na Rua Duque de Caxias, 499, Centro, para definir formas de organização e atuação com o objetivo de fazer frente aos sucessivos ataques desfechados contra a disciplina de História e aos professores.

O movimento é contra a redução da quantidade de aulas no Ensino Fundamental da rede municipal de Manaus; retirada da obrigatoriedade na grade curricular do ensino médio e aprovação de pessoas sem formação para ministrar aulas; retirada da aposentadoria especial (de todos os trabalhadores da educação); há mais tempo a exclusão da disciplina de história do amazonas da grade curricular da rede municipal de Manaus; a atuação do movimento autointitulado escola sem partido e a mobilização para a greve do dia 15.03 convocada pela CNTE. 

A proposta de pauta para a reunião 1. Informes: 2. Análise de conjuntura: BNCC, Escola Sem Partido, Redução das aulas de História na rede municipal, retorno da disciplina de História do Amazonas, Paralisação Nacional convocada pela CNTE para o dia 15.03.2017, etc. 3. Propostas de ações do grupo. 4. Encaminhamentos. 5. Indicativo de pauta, data, local e horário da próxima reunião. (Mercedes Guzmán)

Roberto Brasil