Hissa questiona ministro sobre quem pagará por déficit do Postalis

By -
Dep. Hissa Abrahão

Dep. Hissa Abrahão

O vice-líder do PPS na Câmara Federal, deputado Hissa Abrahão (AM), protocolou, na Mesa Diretora da Casa, ontem  (31), pedido de informações sobre o déficit do Postalis, fundo de pensão dos funcionários dos Correios. Os questionamentos serão enviados ao ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, que tem 30 dias para respondê-los.

Hissa Abrahão quer saber qual o real valor do déficit, o que causou o descompasso nas contas, qual o posicionamento do ministério frente ao problema e quem vai cobrir a diferença deficitária entre receitas e despesas.

Os Correios são acusados pela Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares) de não ter pagado ao Postalis R$ 1,150 bilhão, decorrente de obrigações sobre tempo de trabalho dos participantes antes da criação do fundo. “A federação alerta que a má gestão do fundo elevou o déficit para R$ 5,6 bilhões”, disse Hissa Abrahão, referindo-se aos dados publicados em reportagem do jornal “O Estado de São Paulo”.

Para o deputado amazonense, “é inconcebível que os trabalhadores paguem essa fatura que, segundo a manchete do jornal, chegará a 25,9% dos salários durante 15 anos”. 

Mario Dantas