Hissa e Adjuto são as apostas do PDT para governar Manaus

By -

Convenção

Com a proposta de uma gestão mais humanizada, inteligente e sustentável, o Partido Democrático Trabalhista (PDT-AM) oficializou, no fim da tarde desta sexta-feira (5), a candidatura do deputado federal Hissa Abrahão à Prefeitura de Manaus. Com a chapa “puro sangue”, Hissa terá como candidato a vice-prefeito, o vice-presidente estadual do PDT, deputado estadual Adjuto Afonso.

Segundo Hissa Abrahão, a coligação “Novas Ideias, Novo Caminho” será a verdadeira chapa de oposição contra as duas “máquinas administrativas”, da prefeitura e Governo do Amazonas.

DSC_0591

“Nenhum cacique político vai nos calar. Prefiro estar com o povo do que mal acompanhado. Nós vamos fazer uma campanha sem as máquinas, sem os milhões. Manaus tem agora, na nossa candidatura a oportunidade de romper de verdade com esse ciclo de poder que domina nosso Estado há mais de 30 anos e dar chance as novas pessoas e novas ideias. De um lado temos o candidato do Melo, que se apresenta como renovação, mas tem total apoio do governo. Defende o governo, ajudou a eleger esse governo e tem inclusive secretários do Estado participando de sua campanha. Do outro lado temos o atual prefeito tentando a reeleição mesmo após mais uma gestão desastrosa, focada em marketing e não nos problemas do nosso povo. Nosso diálogo será diretamente com o povo. Diálogo aberto com propostas realizáveis. Chega de gestão feita apenas para a política e poder. Vamos fazer uma prefeitura de baixo para cima, na qual o povo vai governar junto do prefeito”, comentou.

DSC_0603

Hissa informou que o PDT coligou com o Partido Social Democrata Cristão (PSDC). “Conversamos com vários líderes partidários. Muitos tentaram impedir que chegássemos até aqui. Agradeço de coração a fidelidade do PSDC, na pessoa do Cícero Lima, e do PDT, que por meio do nosso presidente Carlos Lupi e de Stones Machado, nos trouxeram para esta família. Hoje nós homologamos a verdadeira chapa de oposição a essas duas gestões desastrosas que governam Manaus e o Amazonas”, declarou.

Para o parlamentar federal, o deputado Adjuto Afonso era uma das hipóteses para o cargo de vice-prefeito, uma vez que tem experiência como legislador e também como empreendedor. “Nós conversamos com vários partidos, com vários líderes. Mas eles escolheram caminhar ao lado das máquinas. Então, dentro do PDT nós temos um quadro político importante, como o deputado Adjuto, que vai nos ajudar e muito na campanha e também na gestão da prefeitura que nós projetamos”, disse.

Frank Sena

De acordo com o candidato a vice-prefeito, Adjuto Afonso, que é ex-bancário e empresário, a partir deste fim de semana o PDT vai caminhar diuturnamente nas ruas da capital dialogando com a população em prol de uma cidade melhor. “O Hissa tem todos os requisitos para ser prefeito de Manaus. Tem juventude e uma experiência capazes de transformar o projeto do PDT numa cidade melhor para todos nós. Vamos estar em todas as ruas da capital. Agradeço a oportunidade de ter sido escolhido para esse desafio que vamos sair vitoriosos”.

hissa e adjuto

SEM CACIQUES

Para o presidente nacional do PDT, o ex-ministro do Trabalho, Carlos Lupi, o Hissa não precisa de caciques para disputar a eleição. Ele classificou o deputado federal como a renovação política do Amazonas. “Enquanto as outras candidaturas estão sob as guardas dos caciques políticos deste Estado, o Hissa vai caminhar livre. Não precisou entrar no PDT com as velhas oligarquias. Ele vai disputar a eleição com todo o apoio das famílias do PDT nacional e local. Com as propostas baseadas nas diretrizes pedetistas. Ele tem a juventude e experiência necessárias para governar a cidade”, destacou.

Já Stones Machado, presidente estadual da sigla pedetista, disse que a candidatura de Hissa Abrahão é o início de um projeto macro para o Amazonas. “A juventude de Hissa somada as ideias do PDT vão consolidar o projeto vitorioso nas eleições de 2016. Vamos caminhar livres, com propostas decentes para a cidade. Não vão nos impedir de construir uma nova Manaus”.

De acordo com Stones Machado, o PDT caminhará com o PSDC. Ao todo 62 candidatos ao cargo de vereador vão concorrer, sendo 37 pelo partido pedetista e 25 do PSDC. “Nosso objetivo é eleger de três a quatro vereadores e governar a capital amazonense a partir de 2018”.
PROPOSTAS

No evento, Hissa destacou ainda que o plano de governo que irá apresentar o resultado de muito tempo de estudo somado às ideias apresentadas pela população e ao esforço de técnicos extremamente competentes que ajudaram na formatação das propostas. “Eu não trabalho com promessas, trabalho com projetos. É isso que nosso plano de governo oferece a Manaus. Projetos viáveis, com etapas, prazos, viabilidade e valores claros. Não iremos propor o que não é possível de ser realizado. Ganharemos esta eleição com a verdade que sempre trabalhamos aliada às ideias inovadoras que colocarão Manaus em um novo caminho”, informou o parlamentar, ressaltando a criação de hospital municipal do idoso e das subprefeituras. ” Queremos implantar o primeiro hospital municipal dedicado aos idosos, juntamente com o condomínio do idoso que é um projeto de excelência em algumas cidades brasileiras e do mundo. Na saúde, apostaremos nas policlínicas com marcação de exames via aplicativo e prontuário eletrônico, além de uma rede de vacinação, coleta de exames e entrega de medicamentos, funcionando dentro das farmácias particulares que já existem nos bairros. Queremos também implantar o transporte fluvial de passageiros, como existe em diversas capitais mundiais, reordenar a estrutura de gestão, implantando as subprefeituras, dividindo Manaus em oito zonas administrativas para levar a gestão mais perto do povo”, concluiu.

Mario Dantas