Hissa assina termo de compromisso para a ciclomobilidade da capital

By -
hissa-ciclistq
No fim da tarde desta segunda-feira (19), o líder da coligação “Novas Ideias, Novo Caminho” (PDT/PSDC), Hissa Abrahão, assinou um termo de compromisso a favor das políticas públicas para a melhoria da mobilidade urbana e estímulo do uso de bicicletas na capital.
Entre os principais pontos do documento, de autoria do coletivo Movimento Ciclístico Pedala Manaus, os ciclistas reivindicam a priorização de políticas e investimentos voltados à melhoria das condições de circulação de pedestres, a adoção de medidas de desestímulo ao uso de transporte individual motorizado e a definição de um plano de metas para ciclomobilidade urbana.
O prefeiturável Hissa Abrahão explicou que no paradigma para a construção de uma cidade inteligente, sustentável, inclusiva e humanizada, conforme previsto no seu plano de governo, o planejamento da mobilidade urbana é uma das diretrizes mais importantes. Segundo ele, o estímulo ao uso de bicicletas deve começar a partir do replantio de árvores nos corredores viários para reduzir a sensação de calor. “O que a gente busca defender é a cidade para as pessoas, uma Manaus que respeita. Hoje é impossível imaginar, por exemplo, um idoso se deslocando de maneira prazerosa e facilmente pela cidade, pois as calçadas têm uma série de degraus e rampas para os carros, e não para os idosos. Devolver a arborização é o começo de tudo”, argumentou Hissa Abrahão.
O pedetista explicou que sua gestão dará condições aos ciclistas com a criação de ciclopistas e ainda bicletários em pontos estratégicos da cidade. “No nosso plano de mobilidade, vamos interligar os modais. Hoje, as poucas vias exclusivas da cidade não levam a lugar nenhum. É preciso dar condições ao usuário da bicicleta para que ele possa se locomover com segurança. Criaremos as ciclopistas, os bicletários com vestiários, uma vez que o nosso clima é muito quente e o cidadão, que optar ir trabalhar de bicicleta, possa se higienizar de forma decente”, comentou.
O coordenador do grupo Pedala Manaus, Leonardo Aragão disse que a ideia do movimento é ajudar os prefeituraveis com políticas necessárias para o ciclista. “Manaus ainda está  na estaca zero quando se falar em blicas políticas para o ciclista. E mesmo sendo a capital com o maior número de adeptos, não se ações objetivas para os usuários. É preciso avançar e nós estamos lutando por isso”, disse.

Mario Dantas