Henrique Oliveira: “Administrar Manaus será meu desafio”

By -

 

Henrique Oliveira

Henrique Oliveira

Da Redação – O candidato da coligação “Pra Manaus Vencer” (SD-PMB-PTRB), Henrique Oliveira, afirmou nesta quarta-feira, 17, em entrevista ao Blog da Floresta que administrar Manaus será seu desafio político. Sua experiência legislativa, somada aos votos obtidos nas urnas para deputado federal, 86 mil, com 95% só das urnas de Manaus e ter, ainda, conseguido um terceiro lugar na campanha para prefeito nas últimas eleições, lhe asseguram uma nova investida à prefeitura. Para colocar seu projeto administrativo em prática pretende inovar toda a gestão municipal, principalmente na área de saúde onde critica a atual política do setor por ter “deixado a desejar”. Entre outras propostas destacou o passe-livre gratuito dos estudantes, redução do IPTU, atenção básica de saúde e encarar os problemas da mobilidade urbana da melhor forma possível.

henrique-oliveira-entrevista-blogdafloresta 2BLOG DA FLORESTA: Como o senhor ira encarar a questão da saúde?

HENRIQUE OLIVEIRA: Irei priorizar a saúde básica, que é a preventiva; o programa Médico da Família com recursos federais, porque assim daremos mais cobertura que a atual,  que é de apenas de 30%. Queremos que isto funcione verdadeiramente; os recursos humanos (médicos, agentes de saúde e outros) precisam ser modificados. Vamos assumir primeiro, e com um bom Secretário de Saúde, teremos médicos compromissados, melhor infraestrutura e a questão sanitária será priorizadas.

henrique-oliveira-entrevista-blogdafloresta 3BDF: Temos o problema de falta d’água em Manaus, como o senhor irá resolvê-lo?

HO: Este problema ainda não foi resolvido porque há comprometimento dos gestores com grupos privados e por não terem coragem para resolvê-lo. Precisamos de uma justiça cada vez mais atuante e comprometida com as cobranças juntos às empresas que prestam serviço de abastecimento, como a Manaus Ambiental.

henrique-oliveira-entrevista-blogdafloresta 4BDF: No seu projeto há alguma solução viável para o saneamento básico da cidade?

HO: Para resolver esse problema temos como proposta um investimento internacional e contratação de pessoas técnicas que possam ajudar a resolver o saneamento dos igarapés contaminados. Um exemplo é o igarapé do Mindu que em dias de chuva promove alagações. Neste caso, nosso projeto não será igual ao Prosamim que se tornou um esgoto a céu aberto porque não houve saneamento adequado. E olha que isto reelegeu dois governadores no Amazonas.

BDF: Quais serão as prioridades na área da educação?

HO: As gráficas de Manaus ganham muito dinheiro da Prefeitura de Manaus com toneladas de impressos divulgando vários projetos não realizados na área de educação. Um exemplo disso foi a administração do Prefeito Artur na construção de creches. Foram contratadas 110 creches e apenas 55 licitadas das quais poucas foram construídas, pois tiveram os contratos rompidos. Se eleito irei buscarei nesses contratos rompidos uma forma de reativá-los com a iniciativa privada; com isso vamos priorizar a primeira infância  e dar todo cuidado devido; o professor deve ser valorizado e melhorado o seu salário. Junto a isso priorizaremos a alfabetização para alunos especiais.   

henrique-oliveira-entrevista-blogdafloresta 5BDF: Que medidas ou soluções o senhor pretende aplicar para acabar com os problemas da Mobilidade Urbana?

HO: Uma cidade com mais de dois milhões de habitantes deveria contar com um planejamento que inclua corredores exclusivos que são necessários. Do jeito que está não funciona:  começando pela camada de asfalto superior que devia ter 20cm para aguentar o peso do transporte biarticulado; mas o prefeito atual não fez e apenas pintou uma faixa azul que não solucionou em nada a lentidão; um ônibus percorre 2 km/hora em Manaus, enquanto em outras capitais é de 10km/hora. Tem mais, em primeira mão para vocês: os ônibus articulados foram financiados pelo extinto banco HSBC, cuja transação financeira está inadimplente até hoje. Isto é um problema a ser resolvido. O que pode acontecer até lá é o transporte articulado parar devido ao não pagamento. Para melhorar o sistema temos que quebrar a caixa preta e contar com os dados dos custos da passagem e outros referentes ao transporte coletivo, coisa que não aconteceu.

henrique-oliveira-entrevista-blogdafloresta 6BDF: Com tanta falta de transparência, que o senhor critica, como pretende praticar sua gestão?

HO: Vocês podem estar certos eu não vou roubar, nem vou deixar roubarem a Prefeitura de Manaus em suas licitações de obras. Tenho muita coerência e na minha proposta do passe livre gratuito para os estudantes será possível porque, em vez de estar gastando R$ 300 milhões em publicidade, vamos gastar bem menos que isto, mas na informação do interesse público e não na promoção do prefeito.

BDF: Caso eleito, como o senhor pretende executar sua gestão com uma Câmara adversa?

HO: Outras medidas para o desenvolvimento de Manaus são a regularização das leis municipais. Queremos uma agenda positiva com a Câmara Municipal de Manaus para reconstruir a cidade, pois o Prefeito é como um pai: tem que ser um exemplo para seus filhos. (Mercedes Guzmán e Jersey Nazareno – Fotos: Áida Fernandes)

Roberto Brasil