Henrique leva caminhada aos bairros Educandos e Centro

By -

henrique77_caminhada-educandos-5

Neste sábado, 17, o candidato a prefeito, Henrique Oliveira (SD), e seu vice, Alessandro Bronze (PRTB) estiveram nas ruas realizando mais uma caminhada. Com propostas formatadas paras as áreas de educação, saúde, infraestrutura urbana, mobilidade urbana, emprego e renda e transporte público, Henrique visitou duas áreas da cidade.  

A primeira agenda ocorreu no Centro da cidade com panfletagem na Avenida Sete de Setembro. O local também recebeu visual com bandeiraço.

henrique77_caminhada-educandos-4No bairro Educandos, na zona Sul, Henrique e Bronze percorrem a Rua Leopoldo Peres seguindo até a Feira da Panair. Em conversa com os moradores da área o candidato apresentou propostas como a ‘Tarifa Zero’, que vai garantir passe livre aos estudantes.

“Queremos uma oportunidade para fazer algo de concreto para a população dessa cidade. Os que estão aí se colocando como opção já tiveram uma chance. Eu estou pedindo uma chance da população para colocar em prática nossas propostas como a Tarifa Zero e outras tantas que são possíveis”, destacou.

Henrique também falou sobre as propostas para a mobilidade urbana da cidade. Uma das medidas de sua gestão será a implantação do BRT, além da construção de novas vias e novas alternativas de rota nas vias existentes, reduzindo semáforos com a adoção da Onda Verde e da Direita Livre.

henrique77_caminhada-educandos-2Em conversa com os feirantes da Panair o candidato destacou propostas de emprego e renda e apresentou a ‘Taxa Única Mensal’, projeto que vai garantir por três anos, ao novo empreendedor pagar um taxa unificada, sem burocracia, ganhando tempo para fazer o negócio prosperar e contribuir de forma mais efetiva para a arrecadação municipal.

O candidato a vice, Bronze, também conversou com moradores e comerciantes. Entre os temas abordados pelo candidato está a segurança. A proposta é ampliar e treinar a Guarda Municipal, com uso de armas não letais e foco nas ações de defesa do espaço público. Outro ponto, segundo Bronze, é incorporar conceitos de arquitetura contra o crime nas práticas de planejamento urbano, dotando a cidade de mecanismos que inibam a ação criminosa e as possibilidades de fugas.

Áida Fernandes