Hemoam lança campanha para construção de Hospital do Sangue

By -

hospital-do-sangue 01A Fundação Hemoam, que responde hoje pela tratamento e assistência às pessoas com doenças no sangue, lançará nesta quarta-feira, dia 30 de março, a campanha “Hospital do Sangue, conquista comunitária”,com a finalidade de arrecadar recursos visando completar os valores necessários para finalizar a construção do Hospital do Sangue do Estado.

Contando com o apoio da fundação Sangue Nativo, o evento acontecerá partir das 9h, no local da obra, ao lado da Fundação Hemoam, na Avenida Pedro Teixeira, Dom Pedro I, onde será dado um “abraço simbólico” no prédio de construção, simbolizando a união da sociedade amazonense em prol do hospital. Nesse dia, será apresentado à imprensa e à comunidade o Projeto do Hospital do Sangue, assim como será instalado o Comitê da Campanha, formado por representantes de várias esferas da sociedade. As doações poderão ser feitas em uma conta bancária a ser anunciada e a aplicação dos recursos será acompanhada pelo Comitê da Campanha, de modo que não ocorra dúvidas sobre a efetiva aplicação dos recursos no complemento da obra.

Projetado para 150 leitos, abrigando, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de adulto e de criança, enfermarias de adultos e de crianças, Centro Cirúrgico, ampla instalação para os atendimentos de emergência e urgências, aplicação de quimioterapia e outros procedimentos e, ambulatório para adultos e outro pediátrico, o hospital tem recursos do Governo Federal e do Estado, mas para funcionar vai precisar de um complemento que as fundações Hemoam e sangue Nativo pretendem buscar nessa campanha.

hospital-do-sangue 02A obra foi iniciada em junho de 2014 e já está com aproximadamente 30 % do total concluída. Projetado numa área total de 1500 metros quadrados, o Hospital do Sangue está sendo construído em uma área de 48 mil metros quadrados, fazendo parte do conjunto de instalações do Hemoam onde já existe um amplo almoxarifado com mais de 3 mil metros quadrados, área de  garagem para viaturas oficiais, oficinas de manutenção preventiva e corretiva, uma central de análises clínicas incluindo um laboratório de anatomia patológica e um hemocentro.

Pelas estimativas do Instituto Nacional do Câncer INCA, é previsto ocorrer na região norte 310 novos casos de leucemias. A maior parte deste contingente só será tratada se conseguir acessar o sistema de assistência para a realização do seu diagnóstico. Apenas 60 % ou menos, dos casos deste grupo, tem o seu diagnóstico em vida e por isso poderão ser passíveis de tratamento. Atualmente o Hemoam é o serviço que mais realiza tratamento de leucemias na Região Norte, sendo boa parte dos pacientes aqui tratados  provenientes de outros estados, particularmente do Estado do Pará.

Este é um projeto indispensável e de interesse do povo que vive no Amazonas e sua conclusão vai depender da mobilização de segmentos da sociedade para tornar possível a sua conclusão mesmo em cenário financeiro adverso. Fique atento e participe não só doando, mas incentivando seus familiares e amigos a doar. Todos ganham com isso.

Roberto Brasil