Governos do Amazonas e do Peru formam grupo de trabalho para mapear negócios potenciais

By -
o Peru é um importante mercado consumidor de produtos que fazemos aqui na Zona Franca, destacou José Melo

O Peru é um importante mercado consumidor de produtos que fazemos aqui na Zona Franca, destacou José Melo

O governador José Melo recebeu, nesta quarta-feira (18), uma comitiva do governo peruano para discutir futuros acordos comerciais entre o Amazonas e o Peru. Um grupo de trabalho será formado com técnicos do Governo do Estado e do país vizinho para inicialmente mapear todas as potencialidades de negócios entre os dois mercados e, posteriormente, elaborar os documentos de cooperação comercial. 

José Melo, acompanhado do secretário estadual de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Thomaz Nogueira, e do secretário estadual de Fazenda, Afonso Lobo, destacou que o Peru tem todas as condições de se tornar um grande importador dos produtos produzidos na Zona Franca de Manaus, como tefones celulares, computadores e televisores.

jose-melo-amazonas-e-peru-2Por outro lado, o governador ele ressaltou que o Amazonas é um grande consumidor de produtos como cebola, batata e cimento, que atualmente são comparados de outras regiões por um preço maior do que se fossem adquiridos do país vizinho. “Atualmente o valor da saca de cimento que chega à Tabatinga é de R$ 40. Se nós comprássemos do Peru, por exemplo, certamente o valor seria muito mais baixo, principalmente por conta da proximidade. Por outro lado, o Peru é um importante mercado consumidor de produtos que fazemos aqui na Zona Franca, mas que atualmente são adquiridos de outros países”.

jose-melo-amazonas-e-peru-3De acordo com dados da Seplan-CTI, o Amazonas em 2014 realizou negócios com o Peru no valor de R$ 30 milhões. Para o governador, esse valor poder ser bem maior com a otimização das relações comerciais entre os dois mercados consumidores, principalmente pela proximidade geográfica das duas regiões.

Entre as autoridades peruanas que participaram da reunião estavam o governador regional de Ucayali, Manuel Gambini Rupay, o embaixador do Peru no Brasil, Jorge Bayona e o vice-ministro do Comércio do Peru, Edgar Vasquez. Para o governador Manuel Gambini, a vinda a Manaus é uma experiência para estreitar os laços comerciais e também conhecer de perto a Zona Franca de Manaus.

jose-melo-amazonas-e-peru-4 “Nós também somos uma região amazônica e temos muito em comum com o Amazonas e Manaus, por isso achamos que podemos ser parceiros comerciais mais fortes. Também viemos para conhecer o modelo de Zona Franca que muito nos interessa, já que queremos implantar algo semelhante em Ucayali”, disse Manuel Gambini Rupay,

A delegação peruana também visitou fábricas do Polo Industrial de Manaus e esteve reunida com a diretoria da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Um estande peruano foi montado na Feira Internacional da Amazônia, que inicia nesta quarta-feira no Studio 5 Centro de Convenções.

O vice-ministro do Comércio, Edgar Vasquez ressaltou que o governo peruano vem trabalhando, junto ao Governo Federal, na desburocratização de algumas questões que atrapalham a realização de trocas comerciais com o Brasil como, por exemplo, a facilitação na realização de compras públicas por empresas peruanos no Brasil e empresas brasileiras, no Peru, o que traria um grande fluxo de negócio para os dois países.

O governador José Melo se comprometeu em intermediar, junto à bancada federal em Brasília e o Governo Federal, formas de diminuir a burocracia que impede que Brasil e Peru realizem um maior número de acordos comerciais.

Roberto Brasil