Governo precisa reorganizar base para aprovar reformas, diz Maia

By -

Rodrigo Maia fez a avaliação após plenário rejeitar o prosseguimento da denúncia contra Michel Temer, por 263 votos a 227

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), avaliou nesta quarta-feira (2) que, mesmo com a rejeição da denúncia contra o presidente Michel Temer, o governo precisará reorganizar a base aliada para aprovar as reformas.

Maia fez a avaliação após o plenário rejeitar, por 263 votos a 227, a denúncia da Procuradoria Geral da República contra Temer por corrupção passiva. A prioridade do governo é aprovar na Câmara, e em seguida no Senado, a reforma da Previdência Social.

“É tudo uma questão relativa: se você olhar há quatro semanas, as pessoas estavam avaliando que o governo talvez tivesse dificuldade em ter 172 votos [necessários para barrar a denúncia]. Num segundo momento, que o governo teria mais de 200”, disse Maia nesta quarta, acrescentando.

“O governo teve mais de 250 [votos para barrar a denúncia]. Em relação há 3, 4 semanas atrás, foi um bom resultado para o governo, mas, olhando para o futuro, precisa reorganizar a base para que a gente possa aprovar as reformas.”

Logo após a sessão, o presidente convocou um pronunciamento no Palácio do Planalto no qual avaliou que a rejeição da denúncia representa uma “conquista do estado democrático”.

G1

Roberto Brasil