Governo do Estado dará início à construção de um Centro de Educação de Tempo Integral no Careiro Castanho

By -

índice

O Governo do Estado, com aporte financeiro assegurado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) dará início à construção de um Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) no município do Careiro Castanho (distante 102 quilômetros de Manaus). Autorizada pelo governador José Melo, a ordem de serviço determinando o início das obras foi assinada nesta segunda-feira (23) pelo secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva.

O Ceti será o primeiro construído no município do Careiro Castanho e como os demais 11 já em funcionamento na capital e no interior do Amazonas, estará equipado com recursos para atender a mil estudantes diariamente.

Pelo projeto, o complexo educacional contará com salas de aulas climatizadas, laboratórios de ciências e informática, piscina, campo de futebol, biblioteca, auditório, refeitório, cozinha, quadra poliesportiva, sala de música, sala para atividades de dança, secretaria para atendimento público, banheiros, além de ambientes administrativos. A unidade de ensino também contará com todas as providências infraestruturais para o atendimento a estudantes portadores de necessidades especiais. Na obra serão investidos, aproximadamente, 15 milhões de reais.

Ordem de serviço para a construção no Careiro Castanho foi assinada nesta segunda-feira (23)

De acordo com o secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva, os recursos para a construção do Ceti no Careiro Castanho foram assegurados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) por meio do Programa de Aceleração do Desenvolvimento da Educação do Amazonas (Padeam) com o qual o Banco investirá aproximadamente 273 milhões de dólares objetivando a ampliação e otimização dos serviços educacionais executados pela rede pública estadual do Amazonas.

“Este aporte financeiro garantirá a construção de novos Cetis na capital e no interior, a ampliação do atendimento de nosso Centro de Mídias de Educação que hoje já atende a mais de 50 mil estudantes moradores de áreas ribeirinhas e zonas rurais do Estado, a ampliação do programa de reforço escolar e também o fortalecimento de programas que visam sanar o problema da distorção idade-série entre os estudantes”, apontou o secretário Rossieli Soares.

Além do Careiro Castanho, com recursos do Programa de Aceleração do Desenvolvimento da Educação do Amazonas (Padeam) estão previstas, no interior do Amazonas, as construções de novos Cetis nos municípios de Boca do Acre, Codajás, Tabatinga, Benjamin Constant, Nova Olinda do Norte, Lábrea, Urucará e Tefé.

Somados aos 11 Cetis em funcionamento, a rede pública estadual de educação do Amazonas conta com um total de 53 escolas públicas estadual de tempo integral.

Mario Dantas