Governo do Amazonas realiza ações de sensibilização na Semana Mundial do Aleitamento Materno

By -
A programação vai até sexta-feira, 7 de agosto

A programação vai até sexta-feira, 7 de agosto

O Governo do Amazonas iniciou  no Instituto da Mulher Dona Lindu, na zona centro-sul de Manaus, as atividades da Semana Mundial do Aleitamento Materno com homenagens às mães doadoras de leite humano e aos colaboradores que atuam diretamente no serviço de captação do leite. A programação vai até sexta-feira, 7 de agosto, com a distribuição de materiais informativos acerca do aleitamento materno nos principais terminais de ônibus da cidade, apresentação de trabalhos científicos sobre o assunto no auditório do Instituto da Mulher e atividades internas nos três Bancos de Leite Humano e nas maternidades.

Entre o ano de 2013 e o primeiro quadrimestre de 2015, cerca de 8.604 crianças foram beneficiadas por leite humano captado nos três Bancos de Leite Humano do Estado. Nesse período, mais de quatro mil litros de leites foram coletados de 12.671 mães doadoras. Os dados fazem parte do relatório da área técnica de saúde da criança da Secretaria Estadual de Saúde (Susam). Esses resultados são provenientes das ações de sensibilização realizadas pelo Governo do Amazonas sobre a importância da aleitamento materno, que previne o recém-nascido de várias doenças, reduz os índices de obesidade infantil e de infecções digestivas e respiratórias.

O leite recupera tanto a criança quanto as mães que se encontram com dificuldades de amamentação,  frisa Tânia Ramires

O leite recupera tanto a criança quanto as mães que se encontram com dificuldades de amamentação, frisa Tânia Ramires

Todo o leite doado é pausteurizado e distribuído para as crianças que estão nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) de uma maternidade ou do hospital infantil. O leite recupera tanto a criança que está hospitalizada quanto as mães que se encontram com dificuldades de amamentação. A coordenadora do Banco de Leite Fezinha Anzoategui, Tânia Ramires, explica que é necessário chamar atenção da sociedade para colaborar com os Bancos de Leites que ajudam as mães e crianças que precisam desse apoio.

“Precisamos de doações para continuar ajudando as crianças porque tem aumentado a quantidade de bebês internados nas UTIs e os bancos de leite dão esse suporte. Trabalhamos no Fezinha Anzoategui de segunda a segunda, das 7h às 18h, para atender as mães que querem doar leite e as que precisam dele para ajudar seus filhos”.

aleitamento-materno-dona-lindu-4Ampliação – Atualmente, os três Bancos de Leite Humano da capital têm uma rede de 13 postos de coleta e a Susam tem a meta de ampliar em número em mais 20 postos, o que deverá ocorrer entre este segundo semestre de 2015 e o ano de 2016. Recentemente foram inaugurados os postos  de coleta do Hospital Maternidade da Unimed e da empresa P&G. Na próxima sexta-feira, 7 de agosto, será inaugurado o novo posto de coleta na Maternidade Chapot Prevost, localizado no bairro Colônia Antônio Aleixo, na zona leste.

“Essa ampliação da rede que dão apoio aos Bancos de Leites de nosso Estado é importante porque temos uma demanda muito alta de crianças e mães que precisam para ter mais qualidade de vida”, comentou a coordenadora estadual da Saúde da Criança, Katherine Benevides.

Doadora – A jovem Querolin Pinheiro, 23, há seis meses decidiu ser doadora e fica grata em poder ajudar muitas crianças. “Eu fico feliz em saber que estou ajudando muitas crianças que estão na UTI precisando de leite e eu sei que, através do meu leite, estou salvando vidas”, disse.

Roberto Brasil