Governo do Amazonas lança sistema de monitoramento de crianças e adolescentes no Amazonas

By -

 

 

Estrutura – De acordo com a titular da Seas, Regina Fernandes, o Sipia faz parte do plano de estruturação dos Conselhos Tutelares, criado pelo governador Omar Aziz, no ano passado, que já contemplou as sedes dos órgãos de defesa de direitos da criança e do adolescente com equipamentos e mobiliários (mesas, cadeiras, arquivos, aparelhos de fax, computadores e carros novos.

 

“Agora, nesta nova etapa, vamos entrar no processo de informatização, tendo como meta a implantação da plataforma digital. Cabe às prefeituras a instalação de Internet, para que os conselheiros possam acessar ao sistema e fazer o registro dos dados”, informou.

 

Interior – A secretária da Seas disse que o novo sistema vai contribuir com as ações do Estado no interior, principalmente, na identificação da demanda de acolhimento social e o problema da rede de atendimento.

 

“O Sipia aponta indicativos importantes para as áreas sociais e cidadania, como Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), sub-registro civil de nascimento de crianças e adolescentes e da pobreza”, observou Regina Fernandes.

 

Treinamento – A coordenadora do Sipia, Haidée Chacon, informou que Manaus, por ser a capital do Estado, foi escolhida como ponto de partida para o lançamento do sistema no Amazonas. “Os conselheiros tutelares da capital foram treinados individualmente para manusear o sistema de modo de possam utilizá-lo no dia-a-dia, tendo como ferramenta para melhorar ainda mais o desempenho de todos”, explicou.

 

Haidée Chacon disse que o Sipia tem um papel importante para a população em geral, porque, além de fornecer dados para a melhoria da rede de atenção à criança, servirá como um meio de denúncia. “Por meio do site do sipia qualquer pessoa poderá denunciar anonimamente qualquer caso de violência contra crianças e adolescentes”, enfatizou. O endereço do site é www.sipia.gov.bt/ct/.

 

Redação