Governo do Amazonas inicia reforma administrativa

By -
"O Estado precisa de uma estrutura orgânica moderna", destacou José Melo

“O Estado precisa de uma estrutura orgânica moderna”, destacou José Melo

Da Redação – A Assembleia Legislativa (Aleam) recebeu nesta quarta-feira (25) o Projeto de Lei sobre a reestruturação organizacional do Governo do Amazonas que vai representar uma economia R$ 910,720 milhões anuais aos cofres públicos.

Será feito um enxugamento de secretarias através de fusões e até extinção de algumas delas, além da extinção de 702 cargos comissionados, redução em 30% das despesas com passagens aéreas, 20% com serviços terceirizados, como limpeza e locação de veículos, além de 15% no corte de fornecimento de alimentação e 10% em despesas médicas e hospitalares.

Na parte da arrecadação, o Governo do Amazonas foca no uso da nota fiscal do consumidor eletrônica (NFC-e), o que vai ampliar a eficiência das ações da Sefaz, além de estabelecer novos controles de entrada e saída de mercadorias nos postos fiscais, entre outras.

“Haverá turbulências do ponto de vista da macroeconomia. Então há uma mudança conceitual. O Estado precisa de uma estrutura orgânica moderna para dar suporte às demandas de serviço na eficiência da modernidade”, disse o governador José Melo. (Roberto Brasil com informações Agecom)

Roberto Brasil