Governo do Amazonas inicia nova etapa de vacinação contra Aftosa

By -

aftosa

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror) e a Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) está intensificando as ações de combate e erradicação da febre aftosa. Nesta sexta-feira, 11 de março, será realizada a cerimônia de lançamento da Campanha contra a doença, na Propriedade Rural Pedro Arruda (localizada na BR-319, km22), no município de Careiro Castanho, às 9h.

 

O período oficial de imunização inicia a partir do dia 15 de março e vai até 30 de abril abrangendo numa primeira etapa 41 municípios amazonenses, com a vacinação de aproximadamente 445 mil cabeças de gado. Com a ação, o Amazonas pretende alcançar o status de “estado livre” da doença. A campanha segue o calendário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Na maioria dos municípios a vacina deverá ser adquirida diretamente nas casas agropecuárias credenciadas. Em outra parcela, a revenda da dose será adquirida nas unidades do Idam local.

 

As ações orquestradas pelo Governo do Amazonas têm caráter econômico e educativo, uma vez que, alcançar o status de livre da aftosa implementa todo o País no cenário comercial internacional para exportação de carne. “Estamos empenhados em promover e intensificar todas as ações para erradicar esta enfermidade e assim alcançar o status de área livre. Sabemos que estamos inseridos no contexto nacional e internacional junto ao mercado brasileiro e nesse sentido, iremos fornecer todo o suporte para que o avanço aconteça”, disse o secretário de produção estadual, Sidney Leite.

noticias_1408647639

Sobre a doença – A febre aftosa é uma doença infecciosa aguda que causa febre, seguida do aparecimento de vesículas (aftas), principalmente, na boca e nos pés de animais de casco fendido, como bovinos, búfalos, caprinos, ovinos e suínos. A doença é causada por um vírus, que pode se espalhar rapidamente, caso as medidas de controle e erradicação não sejam adotadas logo após asua detecção. O vírus também pode ser transportado pela água, ar, alimentos, pássaros e pessoas (mãos, roupas e calçados) que entraram em contato com os animais doentes.

Por que erradicar? –  A erradicação da febre aftosa abre perspectivas para uma maior rentabilidade das empresas rurais, cria oportunidade para o crescimento da produção animal, com melhores fluxos de distribuição além de evitar impactos sociais e econômicos que a doença traz para os pecuristas.

Municípios onde a vacina será adquirida por meio do Idam:  

  • Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Borba, Caapiranga, Coari, Codajás, Fonte Boa, Itapiranga, Japurá, Jutaí, Maraã, Nova Olinda do Norte, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tabatinga, Tefé, Tonantins, Uarini.

Municípios em que as vacinas serão adquiridas por meio das casas agropecuárias credenciadas:

  • Autazes, Barreirinha, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Maués, Nhamundá, Parintins, Rio Preto da Eva, Urucará, Urucurituba

 

Mario Dantas